Adriano Leite é denunciado por usar verba de Guararema em evento do Condemat

Prefeitura pagou coffe break do consórcio, diz denunciante. Prefeito de Guararema era presidente do Condemat à época

 

Por Lailson Nascimento / Foto: Divulgação

 

A pedido do administrador de empresas Claudio Cabral, o TCE-SP (Tribunal de Contas de São Paulo) abriu investigação sobre o uso de R$ 3,5 mil feito pela Prefeitura de Guararema para bancar evento do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê).

Segundo o denunciante, a prefeitura usou dinheiro da Pasta de Assistência Social para custear evento do consórcio. O coffe break ocorreu no Guararema Parque Hotel, em 2017, quando Adriano Leite (PR) era presidente do Condemat.

Arte: André Jesus

 

OUTRO LADO – Procurados, o consórcio e o governo de Leite negaram a acusação, alegando que o evento foi organizado pela própria prefeitura. A administração também informou que ainda não foi notificada pelo TCE.
À época, entretanto, o consórcio publicou matérias nas quais se apresentou como promotora do encontro, conforme documentos juntados por Cabral na denúncia feita ao TCE.

“O esclarecimento de dúvidas e a troca de conhecimentos sobre as novas regras para parcerias entre o poder público e as entidades sociais sem fins lucrativos deram o tom para o Encontro Temático do Marco Regulatório das Organizações do Terceiro Setor, promovido nesta sexta-feira (23/06) pelo Condemat em parceria com o Senac”, afirmou à época. Confira abaixo: