Agentes de Trânsito de Mogi atuam sem uniformes

Prefeitura garante que entregará vestuário dos profissionais no 1°semestre de 2019

  

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Divulgação

  

A GAZETA teve acesso a um documento elaborado por dois agentes de trânsito de Mogi das Cruzes solicitando ‘Mandado de Segurança com Pedido de Liminar’ alegando falta de capacitação e uniforme. A liminar não foi aceita pelo juiz, mas as queixas por parte dos agentes continuam.

Segundo um funcionário que preferiu não se identificar, ele opera desde maio de 2018 sem uniforme e que há diversos colegas na mesma situação. Relatou também que os cursos de capacitação oferecidos pela prefeitura não atendem as normas do Detran (Departamento de Trânsito), pois eles não foram avaliados ao final.

A operação sem uniforme e capacitação prejudica tanto a população quanto os agentes, pois o uniforme é uma importante ferramenta de identificação e ajuda a evitar fraudes.

   

O QUE DIZ A PREFEITURA – Ao jornal a prefeitura alegou que o processo licitatório para aquisição do uniforme, bem como de outros equipamentos para atender as necessidades dos agentes, está em andamento. A administração municipal acredita que ainda no primeiro semestre deste ano os uniformes serão entregues. Por fim, informou que os servidores receberam dois cursos de capacitação, sendo o último em dezembro de 2018. 

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.