Ano Novo com problemas velhos: Miguel Badra em Suzano sofre com descaso

Ashiuchi diz que área pertence a Petrobrás, que diz que é da prefeitura

  

Por Gabriel Dias / Foto: Bruno Arib

  

No Bairro Miguel Badra Alto, em Suzano, Marinélia Rodrigues de Souza, de 50 anos, já perdeu as contas de quantas vezes a água entrou no quintal de sua casa e nos cômodos da residência. Ela conta que já perdeu geladeira, armários de cozinha, guarda-roupas e outros materiais domésticos. Segundo ela, a última chuva que atingiu a cidade fez com que a água subisse 10cm dentro do quintal de sua residência.

“A água é suja, tem cor de barro, quando chove ela entra pelo portão da frente, e dentro de casa ela sobe pelos ralos, molhando tudo que temos”, lamenta Marinélia.

Ela ainda conta que no último temporal a Defesa Civil esteve no bairro para auxiliar as famílias, mas o que carecem de fato é de políticas públicas. “Já pedimos várias vezes ajuda da prefeitura, mas eles dizem que nada podem fazer por que o local pertence a Petrobrás e quando questionamos os funcionários da Petrobrás, eles dizem que temos que falar com a prefeitura. Resumindo, nós ficamos nesse joguinho de empurra-empurra”, explica outra moradora que não quis se identificar.

   

OUTRO LADO – A prefeitura foi questionada sobre de quem é a responsabilidade da área e em nota ela confirmou que “o local citado pertence à Petrobras”, e diz que dá o suporte necessário. Ainda de acordo com a prefeitura, pelo fato de tubulações da Petrobras rondarem parte do local onde estão as famílias, isso requer mais cuidado e que por conta disso os trabalhos são limitados.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.