Aprovado projeto que proíbe uso de celulares em bancos em Santa Isabel

Agências terão prazo de 30 dias para afixarem cartazes comunicando a população sobre a proibição. Foto: Divulgação

 

De autoria do vereador Ademar Barbosa (PDT), o projeto de lei nº17, que proíbe o uso de aparelhos celulares ou rádio de comunicação em agências bancárias de Santa Isabel, foi aprovado na sessão ordinária do dia 3. De acordo com o que foi divulgado, após a sanção do prefeito Gabriel Bina (PSD), o Padre Gabriel, as agências terão prazo de 30 dias para afixarem cartazes em suas instalações, comunicando os clientes e a população em geral da proibição, assim como as demais providências necessárias para o cumprimento da lei.

Segundo Ademar, o não-cumprimento dessa lei sujeitará o estabelecimento infrator – após advertência -, a pagar multa de 100 Unidades Fiscais do Município (UFM) – correspondente a R$ 2,011 por unidade. A Legislação também impõe que, a cada nova reincidência, os valores serão triplicados.

Em tribuna, o autor do projeto declarou a importância da não-utilização dos aparelhos nos bancos. “Desta maneira, dificultaremos os assaltos nas saídas dos estabelecimentos, já que tem sido cada vez mais comum a ação dos bandidos com o golpe ‘saidinhas’. De acordo com relatos da polícia, a maioria dos atos é realizada por dois delinquentes: o de dentro do estabelecimento passa informações das vítimas para o quem fica do lado de fora”, explicou.

Além dos avisos, o cliente que insistir em usar o celular dentro do banco receberá a orientação de desligá-lo. “Essa proposta visa oferecer melhores condições de segurança aos clientes dos bancos do município. Agora é aguardar a sanção do prefeito para que a Lei seja aplicada”, concluiu o pedetista.