Bairro Miguel Badra fica de baixo d’água nesta quarta

Miguel Badra Baixo ficou repleto de água na chuva da última quarta-feira (6). Moradores exigem a presença de Ashiuchi e dizem que ele perdeu votos no bairro

Por Gabriel Dias / Fotos: Bruno Arib

Depois das 14h desta quarta-feira (6), as primeiras gotas de chuva começaram a cair em Suzano. Um dos bairros mais castigados com as chuvas de verão é o Miguel Badra Baixo. Moradores das ruas, Quitéria Laura de Matos – antiga Avenida 01 – e a Rua Ulisses Isaias de Almeida – antiga Avenida 02 –  chegam a ficar ilhados pela falta de escoamento da água que fica represada em frente às casas e comércios locais.

Mayara Jennifer, de 27 anos, é técnica em enfermagem e diz que toda vez que chove é um tormento passar pelo bairro. “Ficamos numa situação constrangedora. Saio do trabalho cansada e ainda tenho que enfrentar a água suja beirando meu joelho”, lamenta.

Manoel Bernadino, de 66 anos, é aposentado e mora com a esposa, Dirce Bento, de 64 anos, também aposentada. Ambos investiram mais de mil reais para colocar na porta de sua residência uma comporta de ferro para evitar com que a água entre: “ajuda um pouco, mas não é 100%. Seria totalmente bom se a Prefeitura de Suzano fizesse a parte dela”, reclama Manoel. Lailton Santos, de 25 anos, é comerciante e diz: “Aqui, neste bairro, Ashiuchi não tem mais voto”.

O QUE DIZ PREFEITURA – Em nota, a gestão de Rodrigo Asiuchi (PR), diz que as equipes da Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos estão cientes dos alagamentos em dias de chuva, e que, para solucionar estes casos, foi preciso um serviço de limpeza do rio Jaguari no trecho citado, mas, as equipes tiveram dificuldades no acesso. “A solução emergencial encontrada foi pedir uma autorização à prefeitura de Itaquaquecetuba para que a limpeza pudesse ser feita pela outra margem do rio, no entanto, este lado onde seria feito o serviço, é particular”.

“Foi elaborado um pedido pelas Defesas Civil de Suzano e Itaquaquecetuba e entregue ao Ministério Público de Itaquá, pedindo autorização para realizar o serviço no local. O documento foi apresentado há aproximadamente uma semana e a Prefeitura de Suzano aguarda o posicionamento do MP para iniciar o serviço”, encerra.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *