Câmara de Itaquá aumenta pressão sobre a CS Brasil

Legislativo vai criar CEI caso não consiga reunião com a empresa

 

Por Lailson Nascimento / Foto: Divulgação

 

Requerimento assinado por todos os vereadores de Itaquaquecetuba e aprovado na sessão ordinária de terça-feira (20) fez nova convocação para reunião de representantes da CS Brasil – responsável pelo transporte público -, com o Legislativo. No encontro, programado para o dia 6 de março, os parlamentares prometem cobrar esclarecimentos sobre insuficiência de ônibus, falta de manutenção nos veículos e atrasos nas viagens nas linhas municipais.

Na semana passada, os vereadores já haviam convocado a empresa para reunião na manhã de terça-feira (20). A discussão, entretanto, ficou no campo documental, já que a CS Brasil preferiu se manifestar de forma escrita.

No documento protocolado na tarde de segunda-feira (19) – ao qual a GAZETA teve acesso -, a empresa negou as reclamações apresentadas pelos parlamentares, assegurando que o índice de reclamações da sua operação no município é “bastante reduzido e atende o previsto no Contrato de Concessão.”

Demonstrando descontentamento com a decisão da empresa, o vereador Rolgaciano Fernandes Almeida (PODE) sugeriu a abertura de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para, segundo ele, “provar que a empresa não cumpre as obrigações contratuais.”

“Nesta semana fomos surpreendidos com um ofício da CS Brasil dizendo que atende bem a população, que não tem reclamações, que está tudo perfeito. Deixo a minha indignação com a empresa que, na minha opinião, deveria ser banida do nosso município”, acrescentou Rolgaciano.




One thought on “Câmara de Itaquá aumenta pressão sobre a CS Brasil

  1. Genilson.vieira de oliveira

    Cs brasil ta de brincadeira. Essa linha de manoel feio.marengo recanto monica estaçao de itaqua..agente fica no ponto mas de 20 minuto esperando um ônibus nao tem horario certo de passa no ponto.so passa atrasado……

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *