Câmara de Itaquá instaura CEI para apurar reclamações contra serviço da CS Brasil

Empresa foi convidada a prestar esclarecimentos ao Legislativo nos dias 20 fevereiro e 6 de março, mas não compareceu nas duas ocasiões

 

Da Redação / Foto: Divulgação

 

Diante da constante reclamação sobre o serviço de transporte coletivo municipal prestado pela concessionária CS Brasil, bem como da falta de esclarecimentos por parte da empresa, a Câmara Municipal de Itaquaquecetuba instaurou, na sessão de hoje (6), uma CEI (Comissão especial de Inquérito) para apurar possíveis irregularidades no serviço de transporte coletivo municipal. A iniciativa recebeu assinatura de todos os vereadores.

No documento, os parlamentares consideram a necessidade de apuração seja pela possível insuficiência de ônibus em várias linhas e setores ou pela ausência de cobradores nos ônibus, em descumprimento às regras do certame licitatório. A falta de manutenção dos ônibus também foi citada no projeto que deliberou a criação da CEI.

Outra questão apontada é a dupla função dos motoristas, o que, segundo os vereadores “é motivo de atrasos e faltas ao trabalho, bem como perda de outros compromissos dos usuários dos serviços prestados pela concessionária.”

 

CEI – A Comissão Especial de Inquérito será composta por três membros indicados pelo Colégio de Líderes, nos termos do artigo 70 da Lei Orgânica do Município de Itaquaquecetuba.

 

ESCLARECIMENTOS – A empresa foi solicitada para prestar esclarecimentos nos dias 20 fevereiro e 06 de março, mas não compareceu às reuniões e enviou respostas consideradas como insuficientes pelos vereadores.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *