Campanha incentiva pacientes a ter carteira com tipo sanguíneo

Pacientes que participam da campanha recebem carteirinha com dados e informações importantes, que facilitam na hora do atendimento médico. Foto: Divulgação

 

Por Irânia Souza

De Biritiba

 

O sangue humano é classificado em grupos e subgrupos, sendo os mais importantes o ABO (A, B, AB e O) e o Rh (positivo e negativo).  No Brasil, os grupos sanguíneos mais comuns são o O e o A. Segundo a fundação Pró-Sangue de São Paulo, juntos, eles abrangem 87% de nossa população. O grupo B contribui com 10% e o AB com apenas 3%.

O sangue O Negativo é conhecido como universal. Pode ser transfundido em qualquer pessoa. Mas apenas 9% dos brasileiros possuem esse tipo sanguíneo. É muito utilizado pelos hospitais, pois é o sangue que salva em situações de emergência. O O Positivo é o sangue mais utilizado no Brasil. O estoque de um hemocentro deve ter, no mínimo, 50% desse tipo sanguíneo. Mas você sabe o seu tipo sanguíneo? Foi fazendo essa mesma pergunta aos funcionários que o Sistema Médico São Benedito de Biritiba Mirim iniciou uma campanha que realiza a tipagem e disponibiliza uma carteirinha com as informações necessárias do paciente, que serve como documento.

Quem pode explicar melhor sobre essa iniciativa é a assistente administrativa da Clínica, Natasha Delmicon: “Tudo começou quando uma colega aqui do trabalho sofreu um acidente e, na ocasião, ninguém sabia o tipo sanguíneo dela, dificultando o atendimento médico. Chegando aqui na clínica, também fomos questionar os funcionários e ninguém sabia o seu tipo. Então, decidimos fazer essa campanha como forma de conscientizar o paciente sobre a importância de não só saber, mas ter um documento com as identificações do sangue e dados básicos que podem fazer diferença num momento de necessidade”.

A colega da assistente é Jaine dos Santos Paiva, recepcionista da Clínica, que afirmou ao Gazeta que tudo teria sido mais fácil se soubesse o tipo sanguíneo no momento do acidente. “Ninguém da minha família sabia meu tipo; e isso dificultou um pouco, pois, para que eu recebesse doação de sangue, tiveram de fazer um exame primeiro e, se a pessoa já souber ou tiver uma identificação, facilita, principalmente se for um caso grave”, disse Jaine.

Para realizar a tipagem não é necessário agendar, basta comparecer à Clínica São Benedito, pagar uma taxa e apresentar os documentos necessários. O atendimento é realizado das 7h ao meio-dia e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira. Não é necessário estar em jejum.

 

Serviço

Sistema Médico São Benedito

Endereço: Rua Eng. Abílio de Melo Pinto, 110 – Centro – Biritiba Mirim.

Telefones: 4692-1904/ 4692 – 2266 / 4692 – 2267




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *