Contrato de empresa investigada pela Polícia Federal foi peça-chave para cassação de prefeito

Por Aristides Barros / Foto: Laerton Santos

Depois de impasses e obstáculos, o Leia teve acesso ao contrato mantido pela Prefeitura de Bertioga e a Garloc Transportes, Logística e Locações Ltda, referente à locação de veículos da empresa pela administração bertioguense. A reportagem completa sobre os documentos conseguidos pelo jornal – registrados em mais de 600 páginas – virá na próxima edição do Leia.

O que chamou a atenção jornalística ao fato é que o dono da empresa – já investigado tanto pelo Ministério Público como pela Polícia Federal – foi acusado de participar de um esquema de corrupção na Prefeitura de Mauá, que resultou na cassação, em abril deste ano, do prefeito mauaense Átila Jacomussi (PSB).

Segundo investigação da PF, o dono da Garloc estava entre os empresários que “ajudavam” Jacomussi a praticar as irregularidades na administração do município cometendo uma série de crimes contra as finanças da cidade.

A tentativa do jornal em obter o contrato com a empresa foi alvo de vários comentários em Bertioga, com as pessoas não entendendo os motivos da imprensa não ter obtido acesso ao documento no primeiro momento em que partiu para a empreitada jornalística.

O jornal trabalha na apuração de outras situações envolvendo a Garloc para publicar a reportagem.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.