Deputado Rodrigo Gambale pede presença da ROTA em Ferraz e no Alto Tietê

Oficio ainda passa por estudo; Gambale diz não dispensar ideia de construir base na região

  

Por Gabriel Dias / Foto: Bruno Arib 

  

O deputado estadual Rodrigo Gambale (PSL) protocolou no 1º Batalhão de Policiamento do Choque, em São Paulo, oficio solicitando apoio de policiais da ROTA (Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar) no município de Ferraz de Vasconcelos. A ajuda, segundo o parlamentar, se estende à toda área do Alto Tietê. “Nosso compromisso não é só com Ferraz de Vasconcelos, mas com outras cidades do Alto Tietê. O policiamento deles é tático, exemplar e mostra ser uma força de segurança preparada para qualquer terreno”, afirma Gambale.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de a região do Alto Tietê possuir uma base da ROTA, Gambale não descarta a ideia, no entanto, revela que para isso acontecer, é preciso que os deputados de toda região trabalhem em conjunto neste mesmo objetivo.

Em referência a aprovação do oficio solicitando o policiamento da ROTA na região e, em Ferraz de Vasconcelos, Gambale diz que ainda passa por processo de estudo e que em breve estará em funcionamento.

“É preciso lembrar que a ROTA tem um bom serviço de inteligência, por outro lado, se rende a atuar em locais como nossa região apenas quando o assunto é extremo, como foi o caso de Guararema, em que uma quadrilha tentou roubar duas agências bancárias”, justifica.

Gambale busca referências nos índices criminais de Ferraz de Vasconcelos que justifiquem a presença da ROTA no município. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), a cidade registrou em casos como homicídio, por exemplo, cerca de 15 ocorrências em 2017 e oito casos do mesmo tipo em 2018.

Casos como latrocínio – roubo seguido de morte – tanto em 2017 quanto em 2018, foram duas ocorrências. “Embora os índices tenham caído nos últimos anos, a presença da ROTA em nossa região é fundamental”, conclui Gambale.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *