Deus, a tranca e a liberdade

Vida Loka também ama

Coluna de Pedro Chavedar / Foto: Pedro Chavedar

Sempre encontro André andando pelas malocas da cidade. Ele não é de ficar muito tempo parado, seja em praças ou na conversa.

Mogiano de nascimento e apaixonado por Caraguatatuba que, segundo ele, é sua segunda cidade, André está na rua desde que saiu da cadeia em 11 de junho de 2018. “A gente tá tentando arrumar uma forma para sair da rua”, disse. “Não consigo arrumar nenhum tipo de serviço”, me conta. Para ele, o objetivo é tirar sua companheira Claudete da rua. Ambos falaram que o casamento sai em agosto. “Você que vai fotografar”, cravou Claudete, certa vez.

Sobre sua vida, não reclama. “Não falta nada. Não passo fome, não passo apuros, não passo frio. Apenas um teto que é o que a gente procura. Ter meu cantinho, viver minha vida. Criar uns cachorros e umas galinhas, fazer minha horta. Quero paz”. O mogiano sabe bem que dinheiro e fortuna “é tudo matéria”. Ele quer continuar fazendo o que gosta, andar onde tem que andar e conversar com quem quiser. “Eu não quero mais cadeia, roubar, nem atrasar a vida de ninguém não”.

A cadeia foi foi uma escola para André. “Aprendi que você não pode confiar nas pessoas. Muito coração também atrapalha. A pessoa ser muito bom para você também tem coisa errada. Você tem que desconfiar um pouquinho e, no mesmo tempo, não desacreditar”. Hoje, sua maior felicidade é a liberdade.

André é evangélico convertido durante sua passagem pela tranca. Deus sempre está em seu discurso. “Ele é tudo. É o que me faz abrir o olho, respirar, é o que me dá o livre-arbítrio do dia a dia. Eu adoro ter fé”, disse. Perguntei se ele vai encontrar com Deus. “Ele já tá comigo. Eu só não vejo, mas vejo ele em outras formas: nas folhas, no vento, na chuva, no Sol. Deus existe”.

André lembrou que as pessoas só pensam n’Ele quando estão “no leito, mas já é tarde”, e que também é importante às vezes brigar com Ele para entendermos o que acontece em nossas vidas. “Ele testa a nossa fé para a gente dar valor que ele é o Criador nosso”.