Dois atiradores entram em escola de Suzano, matam dez pessoas e se suicidam depois

Crime aconteceu na manhã de hoje (13), enquanto alunos estavam no intervalo. Governador João Doria diz que vai prestar auxílio aos familiares das vítimas

 

Por Gabriel Dias / Fotos: Bruno Arib

 

Na manhã desta quarta-feira (13), a PM (Polícia Militar) atendeu a um chamado na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano. Relatos de testemunhas era de que haviam dois atiradores dentro do colégio disparando contra alunos e funcionários.

De acordo com as primeiras informações, o tiroteio começou na hora do intervalo, por volta das 9h30 da manhã. Os atiradores estariam com roupas pretas, inclusive um deles com um pano no rosto.

Alunos da escola entrevistados pela GAZETA relataram que a diretora do colégio, uma coordenadora e professores foram alvejados, no entanto, a PM não confirma estas versões. Até às 13h, estavam confirmadas 10 mortes, sendo a maioria adolescentes. Entre os dez mortos estão os atiradores, que se suicidaram. Os corpos ainda estão no colégio e a polícia cercou a área.

Segundo o relato de uma estudante de 17 anos, a maioria dos alunos estava no refeitório do colégio, quando escutaram os barulhos que, segundo eles, parecia ser bombas. Ainda segundo alunos, os estudantes só notaram que se tratava de um tiroteio quando viram uma aluna caindo no chão com um tiro nas costas.

 

AUTORIDADES – Em coletiva de imprensa concedida no local, o governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que prestará todo apoio aos familiares das vítimas. Ainda de acordo com o governador, os atiradores portavam artefatos explosivos e possuíam vasto armamento.

A relatos de que a motivação do crime tenha sido uma briga amorosa e um acerto de contas, mas a PM ainda não confirma esta informação. Alunos revelaram à GAZETA que um dos atiradores era um suposto ex-aluno da Escola.

Às 14h de hoje, 13, haverá outro pronunciamento oficial por parte da Polícia Militar, quando devem ser confirmados os nomes dos alunos mortos e dos atiradores.

Confira fotos da ocorrência:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *