Fábia Porto toma medidas para melhorar atendimento do Samu

Após demora no atendimento em duas ocorrências, uma equipe adicional será montada para atuar na cidade

 

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Ney Samento – Divulgação

 

 

Após a morte de um socorrista de 42 anos por parada respiratória e de um funcionário de uma loja no Jardim Eldorado, Fábia Porto (PRB) anunciou que a Prefeitura de Santa Isabel está montando uma equipe adicional para atuar na base do Cresamu (Consórcio Regional do Serviço Móvel de Urgência) da cidade. A medida, oficiada em coletiva de imprensa na quarta-feira (26), ocorre justamente por conta da suposta demora de atendimento aos dois moradores.

No primeiro caso, a família alega que a ambulância do Samu teria demorado duas horas para prestar atendimento ao paciente. Posteriormente, no domingo (21), um homem teria sido socorrido na viatura da PM (Polícia Militar) após ser baleado. O caso também estaria relacionado à demora no socorro.

Na coletiva de imprensa, o então secretário municipal de Saúde de Cleber Vinicius Kerchner (PR), o Clebão do Posto, reconheceu que houve problemas e que medidas seriam tomadas, embora a coordenadoria do Cresamu alegue que em nenhum dos casos houve irregularidades no atendimento. Clebão foi exonerado do cargo de secretário na mesma entrevista coletiva.

Segundo Fábia, a prefeitura está montando uma equipe adicional que trabalhará 24 horas em conjunto com o Cresamu para atendimentos de urgência e emergência.

  

Cresamu – A coordenadoria se manifestou sobre os casos por meio de nota, reforçando que não houve irregularidades nos casos. “No primeiro caso, a família acionou socorro ao transporte sanitário da prefeitura do município, que se dirigiu ao local e informou ao Samu que o paciente já estava em óbito. Na segunda ocorrência de atendimento a um baleado, no dia 21, de acordo com levantamento, os familiares do paciente telefonaram para os telefones 190 (Polícia) e 193 (Corpo de Bombeiros). Assim, os Bombeiros se deslocaram para realizar o socorro da vítima.”

O Cresamu é um consórcio criado para fazer a gestão do SAMU na região. Funciona com uma espécie de rateio das cidades que participam do grupo. Atualmente fazem parte do consórcio os municípios de Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Salesópolis, Guararema, Arujá e Santa Isabel.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *