Falem bem e falem de mim

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae. Foto: Divulgação

 

Por Bruno Caetano

 

Um bom comercial de televisão ou rádio, um bom anúncio em jornal, revista ou internet podem exercer grande influência na decisão de compra do consumidor. Mas é inegável a força da propaganda boca a boca para convencer as pessoas a escolher determinado produto ou serviço. A parte boa é que essa ação pode ser provocada para beneficiar seu negócio.

Você mesmo já deve ter vivenciado essa situação. Na dúvida entre o que adquirir, pediu a opinião de um conhecido que recomendou certa marca ou modelo, sendo ela determinante para sua opção. Por que a impressão de alguém do seu círculo de relacionamentos tem tanto peso? Simplesmente porque passa credibilidade, você confia no que essa pessoa diz.

No mundo da publicidade, os produtos apresentados são todos excelentes, não é? Nada contra esse importantíssimo setor da atividade humana, ao contrário. Mas você sabe que nem tudo dito ali supre suas necessidades ou desejos. Já o ponto de vista do amigo é sincero, sem interesse em dourar a pílula e fazer você a comprar o que quer que seja. É um testemunho cujo único propósito é lhe ser útil, daí o poder da propaganda boca a boca.

Apesar de ser uma manifestação espontânea, é possível estimulá-la. Crie oportunidades para o público experimentar seus produtos ou serviços acompanhados de parentes e amigos. Abra espaço para eles opinarem. Organize eventos capazes de incentivar as pessoas a espalharem o que presenciaram. Atraia formadores de opinião no bairro ou na comunidade. Faça parcerias com esses “multiplicadores” para aumentar o alcance da proposta.

Participe de causas sociais, solidárias e de caridade, que contribuirão para a imagem positiva do seu empreendimento.

A internet é um poderoso veículo de propaganda boca a boca. Use as redes sociais a seu favor. Abasteça sua página com conteúdo de relevância, incluindo fotos, vídeos, informações sobre sua mercadoria e afinidades e interaja constantemente com os clientes.

Acompanhe o que falam da sua empresa e esteja pronto para ouvir sugestões, elogios e críticas (mesmo quando injustas) e fazer as melhorias necessárias.

Jamais se esqueça de oferecer atendimento de qualidade ao público. Sem isso, não há marketing boca a boca que salve. A máxima “falem mal, mas falem de mim” não serve no mundo dos negócios. Trabalhe para que seu lema seja “falem bem e falem de mim”.

 

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.