Larini garante recursos para GCM e criação da Secretaria de Segurança

Compromisso que visa aumentar a segurança na cidade foi firmado pelo prefeito em reunião com os vereadores, que elogiaram a iniciativa. Foto: Divulgação

 

O prefeito de Arujá, Abel Larini (PR), se comprometeu a atender parte das reivindicações da Guarda Civil Municipal (GCM). De acordo com o que foi divulgado, o gestor deverá ampliar o número de viaturas e a cota diária de combustível, além de enviar à Câmara Municipal uma solicitação de alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para viabilizar a criação da Secretaria Municipal de Segurança Urbana na cidade. O compromisso do prefeito com o aumento da sensação de segurança no município arujaense foi firmado em reunião com os vereadores.

O chefe do Executivo também garantiu que dará continuidade ao concurso para Guardas Municipais, porém, afirmou não ter previsão para aumento do efetivo.

Líder do governo na Casa, o primeiro secretário da Mesa Diretora, Gabriel dos Santos (PSD), está otimista quanto à criação da Secretaria. “Acredito que será criada até o início do próximo ano”, afirmou. Para que isso ocorra, de fato, o prefeito também terá de encaminhar à Câmara mensagem aditiva a ser incluída na Lei Orçamentária Anual (LOA) para que fique consignado no orçamento de 2016 os recursos necessários à nova pasta.

Ainda que satisfeitos com os resultados, os vereadores das bancadas do PT, PMDB e PSB mantiveram a proposta feita em reunião com representantes da GCM e vão elaborar emenda conjunta aumentando os recursos orçamentários destinados à corporação no orçamento do próximo ano.

Na sessão ordinária de 26 de outubro, um grupo de guardas realizou protesto pedindo melhorias nas condições de trabalho. Vereadores criticaram a falta de investimento na GCM e também sugeriram a implementação de diversas medidas para reduzir a sensação de insegurança no município.

No dia 16, uma comitiva formada pelo Legislativo e membros de entidades da sociedade civil organizada seguirá até a Secretaria de Segurança Pública do Estado para reivindicar providências ao Governo do Estado. O grupo se reuniu na terça, dia 4, e elencou os principais problemas da cidade em relação à violência urbana.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.