Moradores do bairro Cidade Edson em Suzano vivem entre buracos

Caos no trânsito é só o começo das reclamações no local

  

Por Gabriel Dias/ Fotos: Bruno Arib 

  

São inúmeros buracos com diversas profundidades. Esse é o cenário que o ‘GAZETA no seu Bairro’ encontrou na Rua Lobato, em Suzano, no bairro Cidade Édson. O que não é muito diferente daqueles já transmitidos pela reportagem em outros bairros do município. Moradores reclamam diariamente da falta de infraestrutura e falam que ônibus chegaram a mudar a rota dos coletivos devido aos tantos buracos.

Motoristas de transporte público alternativo também reclamam do asfalto. Na opinião deles, o material utilizado na via é de péssima qualidade.

Elizangela Maria de Souza tem 42 anos e é comerciante. De frente para sua loja há um “imenso” buraco que, em tempos passados, ela e seus funcionários chegaram a tampar com areia, mas receberam a notícia de que fazer isso por conta própria pode gerar multa.

“Quando pedi, eles tiraram fotos e foram embora”
Elisangela Souza, comerciante

Estarrecida com tal situação, Elizangela então solicitou que a Prefeitura de Suzano fizesse alguma coisa rápido, e segundo ela, fizeram. Funcionários chegaram no local de carro, desceram do automóvel, fizeram fotos e foram embora: “Fizeram muito mesmo”, ironiza a mulher.

A Rua Lobato é uma das tantas do Cidade Edson que estão esburacadas.

  

O QUE DIZ A PREFEITURA – A reportagem questionou a prefeitura, que se manifestou por meio de nota e admitiu que “as vias no bairro estão em uma situação de deterioração e a Operação Tapa-buraco não vai surtir o resultado esperado – principalmente nas ruas Lobato, Tókio e Bahe Macedo”.

Ainda de acordo com a nota, para solucionar de maneira objetiva este problema, a gestão de Rodrigo Ashiuchi (PR) diz que estes endereços “foram incluídos no pacote de vias que serão revitalizadas com recursos do governo estadual” e que a prefeitura aguarda a liberação da verba de R$ 4 milhões para a execução deste e de outros serviços.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.