Moradores do Jardim Luiza pedem mais investimentos

As melhorias que a localidade espera aparecem apenas em fotografias

 

Por Aristides Barros / Foto: Bruno Arib

 

No Jardim Luiza, em Guararema, o imposto chega e os benefícios são “trazidos” apenas nas fotos de uma revista que os assessores dos deputados do PR, Marcio Alvino (federal) e André do Prado (estadual) – que tentam a reeleição – levaram para mostrar as obras que o bairro ainda espera a realização.

Isso é comprovado na entrevista do aposentado Arlindo Júlio Domingos, de 73 de anos, morador da localidade já há mais de 18 anos. “Falta iluminação, porque não trocam as lâmpadas queimadas. É muito difícil a gente aceitar a viver no esquecimento das pessoas que ganham a vida com o que a gente paga de impostos, e não retorna com o benefício do nosso dinheiro”, reclama.

O amigo de longa data e também aposentado, Manoel Gouveia da Silva, 74, endossa o comentário feito pelo companheiro. “Todos eles são assim, mas daqui a alguns dias vão fazer fila aqui no bairro pedindo votos”, diz se referindo ao período eleitoral. Silva sustenta o que fala segurando uma revista onde aparecem os dois deputados – Marcio e André –, ambos sorridentes em uma foto aludindo que em Guararema os investimentos “não param.”

Os dois moradores comentam que ao menos no Jardim Luiza os investimentos não pararam mesmo. “A Rua Caieiras está com o asfalto todo esburacado e a prefeitura não vem arrumar isso”, reclama Domingos. “Pior que é um risco para as pessoas que estão a pé, e também para os carros”, observa Silva.

Domingos fez questão de mostrar a revista em que, onde aparece o nome do bairro, é “informado” o valor de uma verba de “mais de R$ 8 milhões em obras de pavimentação e melhorias.” E o aposentado enfatiza. “Se esse dinheiro todo foi investido aqui a gente não viu nada. Olha a situação do bairro”, afirmou apontando o Jardim Luiza, que é distante do Centro de Guararema.

“Pouco importa a distância que estamos da cidade. Isso não impede que cheguem aqui os carnes do IPTU e outra série de impostos que pagamos”, destaca Silva, completando que “apesar de ser distante o Jardim Luiza pertence a Guararema.” O bairro fica na divisa com Mogi das Cruzes.

 

ILUSTRE DESCONHECIDO – Um fato que surpreendeu até os repórteres foi que ambos os moradores jamais viram o rosto do prefeito Adriano Leite (PR).

Domingos e Silva só vieram a “conhecer” Leite após vê-lo na foto da GAZETA. “É a primeira vez que vejo o rosto dele”, disse. A fisionomia do mandatário é o de menos para os moradores que querem ver benefícios sendo levados ao bairro, por meio dos impostos que pagam.

 

OUTRO LADO – A reportagem solicitou posicionamento do governo Leite, mas não obteve retorno até o fechamento da edição.