Núcleo vai agilizar atendimento na área de saúde, diz Clebão do Posto

A ideia é melhorar o serviço e aliviar a pressão sobre os profissionais do setor

 

Por Aristides Barros / Fotos: Bruno Arib

 

A CTS (Central de Transporte Sanitário) da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Isabel foi inaugurada na tarde de sexta-feira (24), com a presença do titular da Pasta, Cleber Vinicius Kerchner, o Clebão do Posto, a prefeita da cidade, Fábia Porto (PRB), e o prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro (MDB), convidado ao evento devido ao bom grau de relação entre os dois municípios – e também por ser um profissional de medicina que acompanha os trabalhos realizados para melhorar o setor de saúde da região.

O secretário de Saúde isabelense destacou que a carga de trabalho da CTS chega a atender diariamente mais de 150 pacientes, que são transportados para hospitais de outras cidades, do hospital para casa quando têm alta médica e outras atividades referentes a esse “trânsito médico.”

Clebão do Posto afirma que a iniciativa da centralização vai melhorar o controle da atividade assinalando a melhoria nos serviços. Ele destaca que o pessoal envolvido no setor já trabalha com muita responsabilidade e competência. Porém, observa que a pressão que sofrem é grande tendo em vista que a área de saúde exige muito de todos os profissionais que atuam nela.

“Agora com eles na CTS, num só local para diminuir os estresses da atividade do volante, que é desgastante e cansativo, terão um pouco mais de tranquilidade porque são iguais a todos os trabalhadores e também precisam se aliviar das tensões”, afirmou o secretário.

PRESENÇA – Cleber e Fábia

A CTS dispõe de uma infraestrutura que já era pedida pelos profissionais que atuavam dispersados. “A norma é que cada um ficasse no setor onde era necessitada a presença deles.

Agora eles ficarão num mesmo local e assim que forem acionados farão o que sempre fizeram, que é o trabalho pela comunidade. E nisso, todos são muitos bons. Não tenho queixa de nenhum deles, são ótimos profissionais”, arrematou.

Os veículos ficavam na sede da secretaria de Saúde e postos médicos (Unidades Básicas de Saúde). “Agora a equipe administrativa (chefia) também vai trabalhar na CTS e todo essa norma de atuação vai melhorar mais o serviço que é destinado ao atendimento da população isabelense”, concluiu o secretário.