O governo é unido, garante Larini

À frente de duas Secretarias, Leandro Larini diz que estilo de governo tem permitido avanços para Arujá

 

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib 

 

Por ocupar duas Secretarias no governo José Luiz Monteiro (MDB), o Zé Luiz, a figura de Leandro Larini tem sido usada como exemplo do “loteamento” do Paço Municipal (leia mais na página 4). O filho do ex-prefeito Abel Larini, entretanto, é enfático: “O Zé tem um governo totalmente autônomo, um governo de continuidade, e não de continuísmo, como ele frisa. Ele apenas aproveitou diversos secretários [da gestão Abel], inclusive eu.”

Ao se declarar preparado para administrar as Pastas de Governo e de Serviços, Larini reforça que as outras Secretarias também são ocupadas por pessoas “comprometidas com a cidade.” “O prefeito Zé Luiz vem mantendo a base que o prefeito Abel plantou. Mas com as suas ideias, da forma democrática que ele costuma agir, pois ele nos ouve bastante, a gente tem bastante participação nas decisões, então a gente trabalha com tranquilidade.”

 

ILUMINAÇÃO – Com essa tranquilidade e autonomia é que o secretário vem avançando, segundo ele, em um dos principais problemas da cidade: iluminação pública.

A expectativa de Larini é fechar um acordo que garantirá o investimento de R$ 1,5 milhão nos cerca de dez mil pontos de iluminação pública do município, através da empresa Elektro – atual responsável pela manutenção desses pontos.

Conforme ele explica, há quatro anos a Justiça concedeu liminar favorável à Prefeitura de Arujá que, desde então, obriga a Elektro a executar a manutenção da iluminação pública. Para abrir mão da liminar, a administração municipal elaborou um projeto de investimentos e entregou à empresa de energia, propondo uma espécie de contrapartida.
“Essa é uma tratativa bem complexa, porque é um tema que tem atrapalhado muito a vida do cidadão arujaense. A proposta é: A Elektro investe no município, em iluminação de led, R$ 1,5 milhão. Ela faria as principais avenidas da cidade, trocaria todo o parque das principais vias, e colocaria os leds. Feito isso, o município abre mão da liminar, assume o parque e abre licitação para contratação de nova empresa”, reforça.

Se o cronograma de Larini correr como planejado, o acordo com a Elektro estará finalizado até outubro. Por ser considerado como um de seus principais desafios, ele garante prioridade no assunto.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *