Praça de lazer em Guararema está “pela hora da morte”

A falta de serviços de manutenção nos equipamentos é visível, o que leva situação de perigo aos usuários 

 

Por Aristides Barros  / Fotos: Bruno Arib

 

A área de lazer ‘Tereza de Paula Caraça Brito’, em Guararema, necessita de serviços de manutenção que precisam ser feitos com urgência, até para que não se repita a tragédia ocorrida no final do ano passado, em Poá, onde uma criança de 9 anos de idade morreu quando brincava em um balanço cujo tronco caiu sobre ela. Na tragédia foi constatado que a madeira superior que sustentava o brinquedo não estava fixada como deveria. A Prefeitura de Poá é a responsável pela área.

Uma situação de risco é vista a olhos nus na área de lazer guararemense, cujos aparelhos apresentam nítida deterioração. Percebendo o perigo, as pessoas entrevistadas pela reportagem praticamente fizeram refrão pedindo que a administração municipal faça a manutenção do local.

Moradora mostra fios expostos

A dona de casa Fátima Aparecida Gomes Carvalho, de 55 anos, elencou. “As lixeiras, o gira-gira, um balanço e um andador estão quebrados. Já faz muito tempo que está assim. Os aparelhos de ginástica também estão rangendo, e as pessoas nem usam porque fazem muito barulho”, disse.

Fátima completa. “A cidade é turística e tem de estar empenhada em arrumar as coisas, ficar organizada. Além do que precisa arrumar porque o nosso dinheiro é que foi utilizado para fazer isso, por meio dos impostos que nós pagamos”, pontua.

Outro risco verificado é que em alguns pontos a fiação elétrica térrea está exposta, e o perigo de alguém sofrer uma descarga elétrica é iminente. Devido ser um período férias escolares a movimentação de crianças na área é maior.

 

Pista de skate está esburacada

ESPORTE – O estudante Rafael Alves, 18, fala com certa precisão há quanto tempo que a prefeitura não dá atenção à pista de skate também localizada na área de lazer. “Há uns sete meses a situação estava menos pior, dava para andar. Hoje é muito difícil, está toda esburacada”, conta. “À noite era ponto de encontro do pessoal, a gente vinha para andar e havia muita diversão, agora é difícil ver o pessoal por aqui”, lamenta. “Já faz mais de um ano que tudo está danificado, e ninguém da prefeitura aparece para arrumar”, finaliza.

O comerciante Gean Morais Alves, 25 anos, que é um dos líderes da AGSKT (Associação Guararemense de Skate), afirma que além da reforma geral da pista de skate também deve ser colocado bebedouro e a higienização da caixa d’água do local. “A gente precisa da nossa pista para os nossos campeonatos”, pede. A Associação também é comandada por Danilo Santos, 25, e Lidiane Santos, 28. Cerca de 50 skatistas de Guararema participam da AGSKT.        

 

MORTE – Na ocorrência em Poá, que vitimou mortalmente a menina de nove anos, segundo o boletim de ocorrência, o tronco onde estavam parafusadas as correntes caiu, atingindo-a na cabeça. A criança foi socorrida ao hospital da cidade, mas não resistiu ao ferimento e faleceu.

Indagado pela reportagem acerca dos problemas da área de lazer, o prefeito de Guararema Adriano Leite (PR) disse que enviaria no sábado (28) uma equipe ao local para ver a situação e partir para as providências necessárias. O prefeito guararemense conversou com a GAZETA na sexta-feira (27), em Salesópolis, quando participava da solenidade de assinatura do edital para a pavimentação da Estrada do Serrote, que liga Salesópolis à Guararema.

 

ATRASADOS – Passados cinco dias do envio de perguntas à Prefeitura de Guararema sobre o que a administração municipal – e até mesmo das repostas conseguidas junto ao prefeito Adriano Leite – a assessoria de Imprensa da prefeitura respondeu na quarta-feira (1) que uma equipe esteve no local na segunda-feira (30) e iniciou os trabalhos de manutenção com pintura, jardinagem, troca de lixeiras. A Prefeitura também está dando andamento nas tratativas para manutenção do playground. Não houve respostas acerca da “possível” reforma da pista de skate.