Prefeitura de Biritiba vai revitalizar parque

Parque do Nirvana receberá serviços em duas fases

 

Por Giovanna Figueiredo / Fotos: Bruno Arib

 

Após cerca de seis anos de abandono, o Parque do Nirvana, em Biritiba Mirim, será revitalizado. As novas obras estão previstas para serem realizadas no local em 2019. A GAZETA conversou com o secretário municipal de Turismo, Rafael Assis, e com a diretora da pasta, Bianca Schoeps, sobre a revitalização do parque.

Em visita ao bairro do Nirvana, onde fica localizado o parque, a reportagem constatou as péssimas condições do local. As grades estão enferrujadas e o campo de futebol e parque para as crianças seguem destruídos. Outro ponto que chamou a atenção da reportagem foram os banheiros, os vidros quebrados, grande acúmulo de lixo, pichações, vasos sanitários arrancados, entre outros problemas.

PRIORIDADE – Assis cuida do caso

“Nós queremos fazer a primeira parte, que é a revitalização do parque, limpeza, queremos também reativar o campinho, isso até final deste ano. Para ano que vem, estamos atrás dos deputados parceiros do município para conseguir uma verba para a segunda parte, que seria a reforma do quiosque, vestiário, churrasqueira e a construção de uma ciclovia, que já tem no projeto aprovado pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo)”, explicou o secretário.

Sobre o recurso a ser investido nessa primeira fase da obra, Assis diz que buscou parcerias com a iniciativa privada. Para a limpeza e outros serviços de manutenção serão utilizados os funcionários e maquinários que o município já possui.

“Tudo que a gente conseguir de agora em diante é com doação ou do nosso próprio bolso. Nossa pasta está sem recursos, a prefeitura está bem caída, então estamos fazendo eventos para tentar dar uma movimentada na cidade e trazer turistas”, comentou a diretora Bianca.
Quando questionado a respeito de futuras concessões de áreas do parque para a iniciativa privada, o secretário disse que isso está nos planos da prefeitura, mas só será concretizado quando as obras estiverem totalmente concluídas.

MIT – Ainda de acordo com Assis, o Plano Diretor de Turismo desenvolvido em 2017 pela UNG (Universidade de Guarulhos), com o objetivo de tornar Biritiba Mirim um MIT (Município de Interesse Turístico), ainda não saiu do papel.

Segundo ele, o Plano Diretor tinha alguns problemas e teve que ser revisado, e que no mais tardar a semana que vem será encaminhado para a Câmara Municipal para votação. Após a aprovação na Casa de Leis, o Plano segue para começar o processo do MIT, que garante R$ 550 mil por ano para investimentos no setor.