Primeiro emprego vira a realização de um sonho em Bertioga

O Instituto CAMPB impulsiona o ingresso dos jovens no mercado de trabalho de Bertioga

 

Por Aristides de Barros / Foto: Divulgação

 

O Instituto CAMPB (Círculo de Amigos do Menor Patrulheiro de Bertioga) é uma alavanca aos jovens bertioguenses que desejam estrear com sucesso no mercado de trabalho em Bertioga (Litoral de São Paulo), mas encontram dificuldades na conquista do primeiro emprego.

Alguns dos percalços transformam essa primeira etapa da vida profissional em uma verdadeira realização de um sonho, como conta a aprendiz Luana da Silva, 14 anos, numa história que é endossada por sua mãe, Tania Araújo da Silva.

A menina passou em uma prova disputada por outros 981 candidatos, conseguindo ficar entre os 300 melhores colocados. A posição lhe valeu uma vaga de emprego no Condomínio Morada da Praia, no bairro de Boraceia, onde ela mora com a família.

Luana disse que festejou muito a oportunidade. “Meus irmãos foram jovens aprendizes e esse era o meu sonho”, afirmou, reconhecendo que o Instituto CAMPB foi decisivo para iniciar positivamente sua vida trabalhista.

A mãe confirma o desejo da filha. “Tenho dois filhos que cursaram o CAMPB, inclusive minha outra filha estuda Pedagogia, tendo chegado à faculdade por meio do Instituto”, falou Tania, agradecendo a oportunidade alcançada pelos filhos por meio do que aprenderam no instituto, que é uma Ong (Organização não Governamental).

Tania enfatizou que o apoio acrescenta muito na vida dos jovens de Bertioga que encontram um norte dentro da carreira profissional. “É muito difícil o começo e o CAMPB tem ajudado os jovens encontrar menos dificuldades no encontro do primeiro emprego. Nós, mães e pais, ficamos muitos gratos por isso”, concluiu.

 

EM BOAS MÃOS – O presidente do Instituto CAMPB, Plínio Aguiar, assevera que a instituição pauta na formação de cidadãos e cidadãs, para exercerem suas cidadanias com plenitude. “A nossa responsabilidade maior é essa”, assinala o presidente, completando: “Ouvir deles que o nosso trabalho preenche parte de seus sonhos é muito gratificante e emociona demais. A juventude precisa ser bem conduzida para ter um futuro promissor”, pontuou.

O número atual de aprendizes do CAMPB e que estão em atividade em 17 empresas parceiras conveniadas são 159 jovens. No processo seletivo realizado em dezembro do ano passado foram feitas 982 inscrições.

Os aprendizes aprovados são chamados paulatinamente para entrevistas no CAMPB e vão sendo elencados no mercado de trabalho conforme o surgimento de vagas nas empresas. “É importante destacar que os aprovados são encaminhados aos seus respectivos empregos em um prazo máximo de dois anos”, finalizou.