Pronto Atendimento do Barreto deverá ocupar estrutura da UPA

Para não devolver R$ 2 milhões ao governo federal, prefeitura vai ocupar o prédio construído pela União

 

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib 

 

A Prefeitura de Arujá pretende transferir a estrutura de atendimento do PA (Pronto Atendimento) do Parque Rodrigo Barreto para o prédio originalmente construído como UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no mesmo bairro. A informação foi antecipada à GAZETA pelo prefeito José Luiz Monteiro (MDB), o Zé Luiz.

De acordo com ele, a medida se deve ao decreto presidencial que permite que as estruturas físicas das UPAs que ainda não entraram em funcionamento – caso da unidade do Barreto – sejam utilizadas para outras finalidades, desde que dentro da área da saúde. Com a medida, a Prefeitura de Arujá não terá que devolver os R$ 2 milhões investidos na construção do imóvel.

Zé Luiz acrescentou que o prédio atual do PA é utilizado para a área da saúde há quase 30 anos e carece de reformas. “Por isso, o PA do Barreto vai ser transferido para lá [prédio da UPA], continua trabalhando como Pronto Atendimento, e aí nós temos mais espaço, pois hoje trabalhamos num prédio que está deteriorado. Vamos atender melhor a população.”

 

EXPECTATIVA – Caso o Ministério da Saúde entregue o prédio para a administração municipal ainda em junho, o imóvel da UPA poderá funcionar como PA até outubro.

A arrecadadora Ariane Gentile, de 33 anos de idade, não tem resistência quanto ao projeto. “Desde que abra esse prédio, é ótimo.”

A recepcionista Maria José, 51, também é favorável. “Só acho que eles deveriam manter o PA aberto 24 horas, como seria a UPA.”




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *