Quatro entidades disputam a gestão do posto de Saúde da Criança de Poá

OSS contratada será responsável pela operacionalização do local, incluindo a contratação de médicos

 

Por Lailson Nascimento / Foto: Rodrigo Oliveira

 

A Prefeitura de Poá pretende anunciar a OSS (Organização Social de Saúde) que vai gerenciar o Pronto Atendimento Infantil Saúde da Criança em um prazo de 45 dias. A informação é da Secretaria Municipal de Administração, responsável pelo Processo de Seleção. Quatro entidades disputam o serviço, segundo o governo Gian Lopes (PR).

A pedido da GAZETA, a prefeitura divulgou os nomes das organizações sociais que participaram da licitação: Abrasa (associação do Bem Estar e Saúde), Instituto Argos, Sociedade Beneficente Caminho de Damasco e Cejam (Centro de Estudos Doutor João Amorim), sendo que os dois últimos têm contratos vigentes com a Prefeitura de Poá.

A reportagem também solicitou os valores das propostas feitas por cada uma das OSS, mas a administração municipal respondeu que as informações serão divulgadas somente após a conclusão do processo licitatório. No edital, entretanto, a Secretaria de Administração estipulou R$ 1 milhão como valor máximo de custeio mensal da unidade de saúde – mais barato do que gestão municipal.

 

FUNCIONAMENTO – No início do mês a prefeitura anunciou a reforma do prédio que será utilizado para o atendimento às crianças, na Vila Açoreana. Se o cronograma for cumprido, a previsão é que a unidade entre em funcionamento até o final do ano.

Segundo o vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa (PDT), o Marquinhos Indaiá, o local contará com pediatras 24 horas, que atenderão crianças de zero a 14 anos, 11 meses e 30 dias. A capacidade de atendimento será de até 400 crianças por dia.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.