Rússia informa eventual entrada do Exército americano na Venezuela

Pompeo, o secretário de Estado Norte-Americano, deu indícios durante encontro, de que os EUA podem entrar na Venezuela

  

Por Gabriel Dias / Foto: Divulgação 

 

O encontro marcado entre o chanceler Russo, Sergei Lavrov e o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, foi para tratar de assuntos nucleares entre os países que produzem este tipo de matéria-prima, por outro lado, o encontro chamado de o Conselho do Ártico, abordou temas polêmicos como por exemplo a crise na Venezuela e o colapso político que o país atravessa no governo do ditador Nicolás Maduro.

Depois do encontro, na Finlândia, nesta segunda-feira (06), Lavrov alertou a imprensa internacional e os políticos venezuelanos que são do lado de Nicolás Maduro, sobre uma suposta pressão que os EUA podem fazer ao mandar seu exército invadir o país.

Nas palavras de ambos os diplomatas (Pompeo e Lavrov), a reunião foi produtiva. Já na afirmação de Lavrov, fugindo do assunto venezuelano e direcionando o comentário a união dos dois países, o russo diz que, tanto o presidente dos EUA, Donald Trump quanto o presidente Russo, Vladimir Putin, ainda terão a oportunidade de se encontrar e, de novo, alinhar suas questões políticas. A alegação do representante russo foi em referência ao último encontro entre ambos os líderes políticos que aconteceu na cúpula de Helsinque em 2018 e, desde então, não se viram mais.