Tribunal rejeita contas do ex-prefeito Padre Gabriel Bina no exercício de 2015

Sacerdote diz que está tranquilo e que não sabe o que motivou o órgão fiscalizador rejeitar suas contas

Por Gabriel Dias

Depois da polêmica dos R$ 21 milhões supostamente desviados pela equipe do ex-prefeito de Santa Isabel Padre Gabriel Gonzaga Bina, agora, o sacerdote vive mais um embate na esfera estadual. Desta vez, o TCE-SP (Tribunal de Contas de São Paulo) avaliou as contas da gestão de 2015 e emitiu parecer desfavorável para as contas daquele ano. O que motivou a rejeição foram algumas falhas na aplicação de verba pública no Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), entre outras irregularidades.

Por telefone, Padre Gabriel Bina foi questionado pela reportagem da GAZETA e disse estar tranquilo em relação a rejeição das contas, mas que desconhece as falhas citadas pelo TCE-SP. Questionado se apresentaria defesa ao passo que o documento fosse votado na Câmara de Santa Isabel, Bina diz que seus advogados cuidam disso.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Santa Isabel Neurisvan de Azevedo (MDB), o Negavan, não soube informar se o documento emitido pelo TCE – SP chegou à Casa de Leis.

Segundo os pareceres do Tribunal, as contas de 2014, 2015 e 2016 – período em que Bina foi prefeito de Santa Isabel -, também foram rejeitadas.