A modalidade EAD, com o professor mediador, garante sua qualidade na aprendizagem

Por José Luiz Padilha Aguilar / Arte: Giovanna Figueiredo

No Brasil a experiência no ensino a distância foi marcado por uma grande marca que solidificou a lembrança do que se retrata este artigo que é o Instituto Universal Brasileiro(1941), por meio de correspondências em uma época que a internet não favorecia as possibilidades de hoje por ser restrita a determinados grupos, os correios eram os responsáveis para que ensino a distância chegasse as residências os cursos de método supletivo e os profissionalizantes.

No ensino a distância já por algum tempo, verificamos que é uma forma para que alguns alunos com pouco tempo em uma rotina corrida tenha a possibilidade de concluir uma determinada fase de estudos, alguns com mais dificuldade outros com domínio nos conteúdos, mas todos com um interesse em comum a conclusão dos estudos.

Ultimamente o ensino a distância tem sido considerado uma das ferramentas mais usada pelas suas possibilidades para a formação de professores de forma continuada é mais do que constatado e citado por Fagundes (2006) os professores estão possuindo mais habilidade nas tecnologias em sala de aula por causa do ensino a distância que participaram.

As formações continuadas com seus respectivos participantes tem que ser de qualidade e de contribuições efetivas, mas também com uma visão de futuro, pois os mecanismos de comunicações estão em sintonia ativa e de total visibilidade para um futuro de acesso e de participação de todos, indiferente a sua localidade e particularidades, pois porque no EAD a unificação de educação a todos é bem constante e atualizada.

A busca por conhecimento e aperfeiçoar-se em um mundo que transforma se a todo momento, tem como desafio, desafiar se para o melhor, cada vez melhor e com possibilidades de amplitude sem limites, o que falta nessa contemporaneidade é a oportunidade de acessibilidade e de aquisição, favorecendo com as vivências e providenciando cada vez mais adequações para uma educação plena, de qualidade, com profissionais capazes e com responsabilidade em transmitir conhecimento aos próximos e aos que estão distantes na mesma qualidade de ensino.

Assim com as ferramentas vigentes teremos certeza, que todos serão contemplados com a tecnologia e inovação na educação e a responsabilidade dos educadores nessa modalidade remota está cada vez mais evidente que necessita de um aprendizado continuo.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*