Alto Tietê está na fase verde do Plano São Paulo

Shoppings, comércios, salões e academias poderão funcionar por mais tempo e com mais capacidade

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Reprodução

O governo estadual anunciou hoje (9) a revisão do Plano São Paulo, o Alto Tietê evoluiu e está na fase verde. Seis regiões, incluindo a capital atingiram a fase verde, que traz mais flexibilizações para a quarentena.

De acordo com o Governador João Doria (PSDB), as regiões de campinas, Piracicaba, Sorocaba, Taubaté, Baixada Santista e a região metropolitana de São Paulo, ou seja, as evoluíram da fase amarela para a verde, concentram 76% da população do Estado. Com a reclassificação, somente Barretos regrediu da fase a amarela para a laranja.

O que muda?

  • Shoppings, comércio de rua, salões de beleza, barbearias, centros de ginástica e academias de esporte de todas as modalidades, podem abrir por 12 horas e com aumento da capacidade para 60%.
  • Bares e restaurantes também terão o aumento do horário de funcionamento para 12h e da capacidade para 60%, desde que iniciem as atividades depois de 6h e terminem às 22h
  • Após 28 dias de estabilidade, eventos, convenções e atividades culturais podem ser realizados com público em pé, mas sempre com obrigação de controle e hora marcada.

Plano São Paulo

O Plano São Paulo é atualizado mensalmente levando em conta ocupação de leitos UTIs, evolução da pandemia e capacidade da saúde de cada município.

As fases do Plano São Paulo são:

  • Fase vermelha: Permitido o funcionamento apenas de serviços essenciais.
  • Fase laranja: Também podem reabrir imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shoppings podem reabrir, mas com restrições.
  • Fase Amarela: Também podem reabrir salões de beleza, bares, restaurantes, academias, parques e atividades culturais com público sentado podem funcionar, mas com restrições.
  • Fase verde: Eventos, convenções e atividades culturais com público em pé estão liberados após 28 dias de entrada na fase.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*