‘Arujá pode viver conectada na internet pelo Cidade Inteligente’, diz Anderson Maroque

Postulante ao Legislativo fala de um tema complexo, que fica simples se usado continuamente

Da Redação / Foto: Divulgação

O empreendedor e candidato a vereador Anderson Maroque (PDT) vem com sua mentalidade futurista dizer que seu projeto para Arujá é o “Cidade Inteligente”, uma ação de grande envergadura que permitirá a toda a população da cidade o uso e benefícios da tecnologia.

O conceito de Cidade Inteligente visa a coleta de dados de toda a problemática do município em seus diversos setores e serviços essenciais para melhorá-los, sendo que essa coleta de dados atingirá as áreas de saúde, educação, segurança, saneamento básico, além de aumentar o nível de transparência da gestão pública, com a população podendo acompanhar ao vivo de seus smartphones e computadores a realização de todas as licitações públicas.

“Para que os moradores fiquem conectados ao Cidade Inteligente e ligados a todos os serviços do poder público, precisamos de Big-Data, um grande servidor instalado dentro da prefeitura, que seria a responsável por cadastrar todos os moradores a esse “centro nervoso tecnológico”, que vai conter as informações da prefeitura, Câmara, da cidade em geral”, explicou.

Ainda de acordo com ele, o Cidade Inteligente pode abrir todas as portas do poder, garantindo a todos o acompanhamento ao vivo da realização de licitações públicas, tanto da prefeitura como da Câmara Municipal.

“A transparência que o poder público tem o dever moral de ter com a população seria levada ao pé da letra”, garante Anderson Maroque.

Se nem todos têm acesso à internet como fazer para que todos participem do projeto? O candidato responde.

“Temos que dar a infraestrutura. Uma tecnologia nova chamada Lora, acoplada ao grande servidor, pode ofertar serviço de internet até por meio de rede de rádio, podendo seu alcance atingir até 15 quilômetros. É uma cobertura enorme”, disse, evidenciando se tratar de um tema abrangente, mas que à medida que for sendo usado, fica tão simples como o ato de acender e apagar uma lâmpada.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*