Arujaenses exigem prefeito mais eficiente na condução da cidade

Na série ‘Plano de Governo’, Arujá foi o foco; quem vive na cidade reclama da falta de estrutura

Por Gabriel Dias / Fotos: Bruno Arib

Na série ‘Plano de Governo’ dos prefeitos do Alto Tietê, a cidade analisada pela GAZETA nesta semana foi a de Arujá, que é comandada pelo prefeito José Luiz Monteiro (MDB), o Zé Luiz.

Não muito diferente de outras cidades da região, Zé Luiz Monteiro, que está no primeiro mandato, prometeu inúmeras benfeitorias para os arujaenses, no entanto, conforme a própria assessoria de imprensa confessou em nota, muitas das ações realizadas no município não seguiram o roteiro de promessas que o Zé fez em seu Plano de Governo.

Em algumas das propostas, a única resposta da prefeitura é que a situação é analisada, e que são realizados estudos, no entanto, não existem prazos para que realmente o que foi prometido seja colocado em prática.

No bairro Parque Rodrigo Barreto, por exemplo, moradores dizem sentir falta de um gestor mais eficiente e mais presente. A grande maioria tem medo de se identificar por medo de represálias.

Esporte

Na área de esporte Zé Luiz prometeu, há quase quatro anos, a construção de um CEA (Centro Esportivo com pistas de Atletismo e etc). Questionado onde fica este espaço, o prefeito confessa que o projeto está em fase de elaboração e estudos, mas não deu outros detalhes sobre o assunto. Com relação ao Centro de Formação Especifica para Ginástica Artística, a prefeitura diz que optou por refazer esta promessa e, ao invés de um Centro, levou as aulas para os bairros Cerejeiras, Mirante, Centro e Jd. Rincão.

Para os atletas que representam Arujá em jogos dentro e fora da cidade o prefeito prometeu um Centro de Reabilitação destes profissionais, no entanto, ele confessa que a administração está analisando um local para concretizar esta promessa. Outra das promessas foi a construção de academias ao ar livre, que segundo a assessoria de imprensa foram quatro ao longo do mantado do prefeito, por outro lado, as que já existiam estão completamente abandonadas.

Na Rua Antônio Armando, no Barreto, a única academia para os moradores teve telhas arrancadas, equipamentos desmontados/quebrados, entre outros enferrujados, fiações furtadas e lâmpadas quebradas. Segundo os moradores que não dizem seus nomes por medo, a prefeitura nunca foi até o local reparar esses problemas.

Educação

Com relação às creches e pré-escolas da cidade, Zé Luiz prometeu ampliações destas unidades e, em nota, ele afirma que foram realizadas duas ampliações, e promete que vai construir uma creche no Barreto – onde tem maior demanda. Mas Zé Luiz não informa quando de fato irá iniciar a construção da creche, e na nota, o prefeito aproveita para ressaltar que realiza chamamento público para firmar termo de colaboração para atendimento de mais crianças, e que em 2017 eram 1,5 mil, e agora a prefeitura atende 2 mil crianças da cidade.

Cultura

No quesito Cultura, foi prometido a modernização da Escola de Música que fica no Jardim Rincão, mas quem passa na frente do prédio nota o portão da unidade com sinais de ferrugem e mato alto cobrindo. O prédio e o anexo que ficam na parte inferior do terreno, que antes era uma biblioteca, está abandonado. A prefeitura diz que a Secretaria de Serviços, que cuida da zeladoria da cidade, fez reparos no espaço há 40 dias, e admite que deve ser refeito.

Combate à corrupção

Com relação à promessa de combate à corrupção e controle interno na prefeitura, a gestão de Zé Luiz disse que foi criada a Controladoria Interna, que monitora o controle de processos, e quando citado o caso do ex-secretário Flávio de Senço, investigado em uma operação em Campinas, dizem que agiram assim que tomaram conhecimento.

Turismo

Com relação ao Turismo da cidade, nas promessas que Monteiro fez para os arujaenses constava que o governo dele elevaria Arujá a ser um Município de Interesse Turístico, mas isso ainda não aconteceu. No site oficial do Governo do Estado de São Paulo o nome de Arujá não aparece na lista de Municípios de Interesse Turístico.

Quase quatro anos depois de fazer essa promessa, Zé Luiz diz que avançou algumas fases no processo, como por exemplo a “criação do Conselho Municipal de Turismo e uma parceria com uma Universidade de Guarulhos”, mas não deu prazo para que as ações sejam feitas. No mesmo rumo das promessas ainda não vistas estão as ‘Rotas Turísticas’ do município, que também fizeram parte das promessas do Plano de Governo. Quando questionado, o prefeito apenas diz que está seguindo etapas necessárias.

Perfil de Zé Luiz

Representante do ex-prefeito Abel Larini (PL) nas eleições de 2016, o médico José Luiz Monteiro (MDB), o Zé Luiz, é alvo de críticas da população justamente por deixar de cumprir diversas metas do Plano de Governo, principalmente aquelas relacionadas ao campo da Saúde.

Ao fim de seu terceiro ano na Prefeitura de Arujá, Zé Luiz ainda não manifestou interesse em se candidatar à reeleição.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*