Autoexame é a melhor maneira de se prevenir contra câncer de mama

É importante estar alerta aos sinais dados pelo corpo e, em caso de alterações, ir diretamente ao médico

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Divulgação

O câncer de mama é o terceiro tipo da doença com maior incidência no mundo e o que mais acomete mulheres em 154 países, segundo o IARC (Agência Internacional de Pesquisa em Câncer) e o INCA (Instituto Nacional do Câncer). Com 2,1 milhões de diagnósticos pelo mundo e mais de 59 mil casos no Brasil em 2018, os dados são alarmantes. Estimam-se 59,7 mil casos novos de câncer de mama feminino para 2019.

No final do mês de outubro, que é marcado pela campanha “Outubro Rosa” – que visa a conscientização das pessoas, principalmente das mulheres, sobre a prevenção -, a GAZETA conversou com duas mulheres que viveram esse drama e elas reafirmaram a importância do autoexame.

Os especialistas esclarecem que o câncer de mama não tem somente uma causa, mas a idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença. O que não resta nenhuma dúvida é que o autoexame é a melhor maneira de prevenção. Independentemente da idade é de extrema importância ter esse cuidado e qualquer alteração ir com urgência ao médico.

“Eu estava tomando banho, fiz o autoexame e notei um caroço, fui ao médico, incialmente já com uma mamografia em mãos, mas incialmente não foi constatado nada. No entanto, em menos de três meses, novamente no autoexame notei que o nódulo havia crescido, retornei ao médico, e fui diagnosticada com câncer de mama”, contou a arquiteta Angélica Barbosa Silva.

Fernanda Maciel, uma professora de Santa Isabel que esteve em uma transmissão ao vivo na redação da GAZETA, também contou que descobriu no autoexame e deixou o recado: “Mulheres, se toquem! É muito importante fazer o autoexame.” Você pode conferir a entrevista na página que o jornal mantém no Facebook.

INOVAÇÃO – A startup PreviNEO utilizou a inteligência artificial para prevenir, diagnosticar e reduzir os riscos de incidência dos principais tipos de câncer no Brasil. Através do programa de oncologia, o método realiza análise em três etapas, que são: análise de dados, cálculo de risco e orientações.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*