Bolsonaro diz que o Brasil vive o “finalzinho da pandemia”, mas número de casos não para de crescer

O presidente fez essa afirmação durante a inauguração do eixo principal da ponte do Guaíba em Porto Alegre

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Reprodução|TV Brasil

Especialistas falam em 2°onda da pandemia no país, o número de casos e de mortos voltou a crescer, mas o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou hoje (10) que o país está vivendo o “finalzinho da pandemia”.

A declaração foi feita pelo presidente durante a inauguração do eixo principal da ponte do Guaíba em Porto Alegre. Na ocasião ele também afirmou que o Brasil foi o país que enfrentou melhor a pandemia no tocante a questão econômica.

“Milhões de empregos foram salvos. Nosso governo, levando em conta outros países do mundo, foi um dos que melhor se saiu na economia. O Auxílio Emergencial foi na veia, direto na conta de 67 milhões de brasileiros, isso fez a economia girar”, disse Bolsonaro.

Como de praxe, Bolsonaro criticou a imprensa, segundo ele o tom usado pela imprensa no início da pandemia “gerou pavor”.

O presidente também voltou a defender o uso hidroxicloroquina e disse que a queda no número de mortes está relacionado ao uso do medicamento. Vale ressaltar, que estudos já comprovaram que a cloroquina e hidroxicloroquina não têm eficácia contra a Covid-19.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*