Câmara de Mogi chega à 6.000ª sessão ordinária

Sessão comemorativa marcou, também, os quase 70 anos de trabalho da Câmara; evento teve a participação de dezenas de ex-vereadores. Foto: Marcelo Alvarenga/CCMC

 

A Câmara Municipal de Mogi das Cruzes chegou, no dia 8, a sua 6.000ª (sextamilésima) sessão ordinária e reuniu, em solenidade comemorativa, parlamentares e ex-vereadores. O presidente do Legislativo, Mauro Araújo (PMDB), suspendeu a sessão e iniciou a homenagem. “São homens e mulheres que ajudaram a construir a história da nossa cidade”, disse Araújo.

Compuseram a mesa os ex-vereadores Marco Aurélio Bertaiolli (PSD), prefeito de Mogi, José Antonio Cuco Pereira (PSDB), vice, Luiz Carlos Gondim Teixeira (SD), deputado estadual, a ex-vereadora Emilia Letícia Rossi Rodrigues, e o ex-vereador, ex-deputado federal e ex-prefeito da cidade Junji Abe (PSD).

Mauro Araújo lembrou que são quase 70 anos de vida democrática. “São 68 anos de história. Ninguém ajudou mais este Legislativo do que o vereador Olimpio Tomiyama (PSC). São 3.017 sessões das quais ele participa, em 33 anos como vereador. Ele é o decano desta Casa de Leis”.

Olimpio recordou o passado. “O Junji foi um dos mais votados proporcionalmente para assento na Câmara. É uma satisfação reencontrar colegas, antigos companheiros. Digo aos vereadores mais jovens: a experiência que adquirimos ao longo dos anos é indescritível. Tenho o privilégio de ser agraciado pela população de Mogi com o oitavo mandato. A cidade tinha 200 mil habitantes quando comecei e hoje tem mais de 420 mil. Penso até em escrever um livro”, disse.

 

Ex-vereadores

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, vereadoras e ex-vereadoras foram agraciadas com flores. Emilia Letícia Rossi Rodrigues, com assento na Câmara entre 2009 e 2012, representou as parlamentares. “O vereador é o político mais próximo da população. Ele acompanha de perto as necessidades, as dificuldades financeiras do povo. O vereador se vira para ajudar todos que batem à sua porta. Parabenizo o presidente, Mauro Araújo, pela iniciativa desta solenidade”.

O deputado Gondim, que foi vereador de 1989 a 2000, também falou. “Esta Casa de Leis deu origem a vários deputados estaduais: Mauricio Najar, Junji Abe, Chico Nogueira, Iduigues Martins, entre tantos outros. Tenho muito respeito por todos vocês. Continuem apoiando a população e fiscalizando o governo”.

O ex-vereador e proporcionalmente o parlamentar mais votado da cidade, Junji Abe, também ex-prefeito e ex-deputado federal, também discursou. “Estamos passando por uma crise, com consequências preocupantes, mas não podemos esquecer que a duras penas conquistamos a democracia, que se alicerça nos Três Poderes. O Legislativo representa os anseios da população”.

Com seis mandatos e sete presidências da Câmara, Cuco falou em nome dos ex-presidentes da Casa de Leis. “Há 68 anos, Mogi era pequena e tinha 29 vereadores, que eram responsáveis por Poá, Itaquaquecetuba, Biritiba Mirim, que pertenciam a Mogi. Esses distritos foram se emancipando politicamente. Ao longo deste processo, muito se passou no Plenário desta Casa de Leis. Mesmo hoje, ainda são mais de 700 quilômetros quadrados de área para cuidar”.

O atual prefeito Bertaiolli (vereador de 1997 a 2004), foi outro a marcar presença. “Haja troca de ideias e debates ao longo dessas 6.000 sessões. Parabéns por esta iniciativa. Mogi, como bem disse o vereador Olimpio, não para de crescer. É uma linda sessão e uma honra ser o prefeito desse município. Essa sessão é de agradecimento a todos que colaboraram com o crescimento da cidade. Podemos ter intenções e propósitos diferentes, mas algo nos une: o amor por Mogi”.

 

Importância

Mauro Araújo encerrou lembrando a importância do trabalho legislativo. “Agradeço a todos os ex-vereadores, porém não gosto dessa palavra. A experiência de vida é tanta que sempre continuarão sendo mulheres e homens públicos. Sentimos e vemos, nos momentos difíceis, o quanto é duro ter a vida exposta. A sociedade pensa que a nossa vida é fácil. Mas quem trilhou este caminho sabe que construir uma sociedade justa não é algo simples”.

 

Presenças

Também participaram os ex-parlamentares Expedito Ubiratan Tobias (mandato de 2009 a 2012), Geraldo Tomaz Augusto (2009 a 2012), o Geraldão, Guaraci Galocha (1997 a 2000), José Cardoso Pereira (1973 a 1977), José Carlos de Souza (1983 a 1992), o Charutinho, Karina Marques (1997 a 2004), Rosa Maria Ferreira Portela (1983 a 1988), Miled Cury Andere (1956 a 1959), Nabil Nahi Safiti (2005 a 2012), Nelson da Cunha Mesquita (1983 a 2000), Romildo de Oliveira Campelo (1983 a 1988), Sylvio da Silva Pires (1964 a 1969), Hideo Nakayama (1964 a 1969), Edson Camillo (1989 a 2004), Alfredo Salvador Grisaro (1956 a 1963), Miguel Sanchez (1983 a 1988) e Léia Baptista Cavalcante Macedo (1989 a 1982).

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*