Canil Municipal de Santa Isabel segue esquecido

Espaço está superlotado

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Bruno Arib

O Canil Municipal de Santa Isabel foi alvo de matéria da GAZETA na edição de sábado (8). Na ocasião a reportagem abordou os problemas enfrentados pelos funcionários para manter a unidade funcionando quase sem apoio da administração municipal (para matéria completa clique aqui).

A reportagem encontrou no local um cenário de superlotação, e de acordo com a própria prefeitura há cerca de 110 cães e 20 gatos abrigados. Havia casinhas para cães do lado das dependências canil, pois dentro da unidade não tinha espaço.

Questionada sobre o caso a prefeitura alegou não ter conhecimento das tais casinhas. No entanto, no dia em que a reportagem esteve no local (6) uma funcionária que dirigia o carro do Centro de Zoonoses, Natalia Feitosa de Sousa, que tem o cargo de líder de equipe operacional, também esteve na unidade.

A prefeitura afirmou que os cachorros que se encontram fora do canil não permanecem no local com a autorização da Secretaria Municipal de Saúde. Mas na última terça-feira (11) o jornal recebeu informações de que foi pedida a retirada das casinhas do lado de fora, porém nenhuma medida foi tomada para resolver o problema de superlotação.

A reportagem voltou a questionar a prefeitura, mas até o fechamento dessa edição não houve retorno.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*