CÉSAR DE SOUZA

Por Lailson Nascimento / Fotos: Bruno Arib

Quem acompanha o cotidiano de Mogi das Cruzes percebe que na gestão Marcus Melo (PSDB) o Distrito de César de Souza tem recebido atenção diferenciada. Com a presença mais constante do poder público, os moradores e comerciantes dos diversos bairros do distrito entendem que a tendência é que a região cresça mais do que outros distritos nos próximos anos.

Essa é a opinião do comerciante Jean Prado, 25 anos. Apesar da ‘pouca idade’, o empreendedor demonstra visão apurada de oportunidade de negócios.

“César de Souza tem tudo para crescer. O distrito está se tornando uma região autônoma do Centro de Mogi, porque temos praticamente tudo por aqui. Estou com o meu restaurante aberto há 2 meses e tenho certeza que fiz a escolha certa. Já temos público fiel, sendo a maioria dos nossos próprios bairros”, comentou.

Diferentemente da opinião de Prado, cujo estabelecimento comercial está situado na região onde foram construídos apartamentos de uma das maiores construtoras da cidade, a dona de casa Cleusa Castro, 60, cobra mais atenção para o Conjunto Jefferson, uma das comunidades mais carentes do distrito.

“Quando chove a Rua 2 alaga. Sem contar os ônibus, que passam com intervalos maiores do que uma hora. Se a pessoa entra no serviço às 8h é preciso embarcar na condução das 6h10, senão chega atrasada”, acrescenta.

Apesar das críticas, a administração municipal está próxima de pôr fim ao sofrimento de cerca de 100 famílias que vivem em um terreno invadido na região conhecida como ‘continuação da Rua 3’.

“O distrito está se tornando uma região autônoma do Centro da cidade”

Jean Prado, comerciante

“A prefeitura nos deu bastante atenção nesse sentido, pois resolveu o nosso problema habitacional”, considera o ajudante geral Bruno Silva, 24.

INVESTIMENTOS – Nos próximos anos a prefeitura pretende investir R$ 365 milhões no distrito. O projeto, chamado Programa + Mogi Ecotietê, visa melhorar a infraestrutura dos bairros de César de Souza nas áreas socioambiental, mobilidade urbana e saneamento básico.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.