Cidade alemã prova que é possível viver sem mortes em acidentes de trânsito

Lüdenscheid conquistou o Prêmio DEKRA Vision Zero por ficar sete anos sem mortes em acidentes de trânsito

Da Redação / Foto: Divulgação

No panorama das cidades metropolitanas brasileiras relacionado a acidentes em rodovias e trânsito, fica difícil saber se há municípios que possam comemorar a ausência total de mortes em acidentes de trânsito.

Segundo dados da Universidade Federal do Paraná em parceria com a ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), pequenos municípios do Brasil (com até 100.000) concentram praticamente a metade das vítimas de trânsito do país (49%), apesar de frota pequena e pouco fluxo de veículos. Mas, no mundo, há exemplos extraordinários, como a cidade de Lüdenscheid, na Alemanha — com cerca de 74 mil habitantes —, que recebeu recentemente o Prêmio DEKRA Vision Zero, em evento anual que acontece em Bruxelas.

A companhia — que conta com especialistas em segurança rodoviária e realizou pela quarta vez a premiação —, reconheceu a conquista extraordinária da cidade, de zero mortes no trânsito em sete anos consecutivos, de 2012 a 2018.

“Estou muito satisfeito em ver que os esforços da nossa comunidade em segurança rodoviária alcançaram altos índices, principalmente por saber que a maior recompensa é a preservação da vida dos usuários mais vulneráveis. Este prêmio é uma conquista fantástica para a cidade de Lüdenscheid e foi possível graças à excelente cooperação de vereadores, administradores e cidadãos comprometidos”, afirmou o prefeito Dieter Dzewas, que recebeu o prêmio de Stefan Kölbl, CEO da DEKRA.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*