Coordenador da UTI do Emílio Ribas dá palestra sobre infecções para profissionais do Hospital Arnaldo Pezzuti

Treinamento foi promovido pela empresa Global Med e reuniu cerca de 30 médicos, enfermeiros e fisioterapeutas

Da Redação / Foto: Divulgação

Com o objetivo de capacitar profissionais sobre infecções nas UTIs, a Global Med, empresa especializada em gestão e terceirização de mão de obra em saúde, promoveu no último sábado (18) uma palestra para tratar sobre o tema com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas do Hospital Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, localizado em Mogi das Cruzes.

A capacitação foi ministrada pelo coordenador da UTI do Instituto Emílio Ribas, José Eduardo Gomes Vasconcelos. Ele apresentou dados da unidade, que é referência nacional em infectologia, na pandemia do novo coronavírus (Covid-19), além das medidas adotadas para o enfrentamento de bactérias, algumas delas multiresistentes que voltaram a parecer em ambientes hospitalares nos últimos meses.

Vasconcelos destacou suas experiências no instituto, o papel dos medicamentos para o tratamento das infecções e também a importância dos protocolos e cuidados dentro das UTIs para a redução dos ricos de doenças. “Todos nós sabemos da importância da higienização das mãos, por exemplo, mas até os melhores profissionais podem relaxar e se esquecer em algum momento, podem não respeitar algum protocolo e isso significa risco para eles mesmos e para os pacientes, por isso a necessidade da educação médica continuada”, explicou.

O coordenador da UTI do Instituto Emílio Ribas falou também sobre as ações de sucesso adotadas na unidade. “A Covid-19 é uma infeção por vírus, que atinge mais focalmente, mas pode ter situações de meningoencefalite e infecções gastrointestinais, ou seja, ela abriu margem para infecções secundárias e nós tivemos que entender esse cenário de forma rápida e enfrentar esses desafios diários”.

A médica endocrinologista Vanessa Ramaji Bandeira, que acompanhou a palestra, destacou a importância desse tipo de capacitação para que os profissionais fiquem mais atentos a sua atuação no dia a dia. “O dr. José Eduardo apresentou dados claros e reais e isso nos dá uma visão maior do que é possível fazer para reduzir as infecções”, pontuou.

Para a médica clínica geral Letícia Veiga, conhecer outros protocolos adotados em grandes hospitais é necessário e imprescindível para enriquecer o trabalho de cada profissional, especialmente em tempos de pandemia. A mesma opinião foi compartilhada pela fisioterapeuta Fabiana Alvares. “Esse tipo de palestra é muito útil, porque por meio dela temos acesso às experiências de profissionais que atuam em unidades de referência e nos faz pensar em melhorar cada vez mais nosso atendimento.”

O médico Cássio Miname, que atua na Global Med, avaliou como positiva a iniciativa de tratar sobre os riscos de infecção durante a pandemia. “Nosso trabalho é manter o profissional sempre atualizado e preparado para atuar, por isso estamos desenvolvendo esse ciclo de educação médica continuada. Na palestra, em especial, todos tiveram a oportunidade de aprender mais e obter mais informações sobre um tema essencial neste momento”, declarou.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*