Cresamu comemora diminuição de socorros entre Carnavais 2019-2020

Maior queda se deu no nível 2 de classificação de risco, que é de “urgência de prioridade moderada”

Por Will Siqueira / Foto: Divulgação

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) divulgou nessa semana um balanço referente às suas operações relacionadas ao período de Carnaval de 2020. No período de um ano, que compreende a festa de 2019 e de 2020, a maior queda de ocorrências se deu no nível 2 das classificações de risco, o amarelo, com 101 atendimentos a menos.

A classificação de risco é dividida em quatro níveis – vermelho (1), amarelo (2), verde (3) e azul (4). O nível 1 é classificado como o de “Emergência ou urgência de prioridade absoluta”; o 2 é o de “Urgência de prioridade moderada”; “Urgência de prioridade baixa” é o nível 3; e o último nível é o 4, de “Urgência de prioridade mínima”.

No período acima, foram 421 atendimentos de nível amarelo efetuados de 1 de março a 6 de março de 2019; já em 2020, do dia 21 de fevereiro a 26 de fevereiro, as equipes do Samu executaram 320 ações. Ainda comparando o período entre um carnaval e outro, os agentes registraram um total de 799 ocorrências em 2019 ante 775 em 2020 – entre todos os níveis de classificação.

SERVIÇO – A política do Samu tem como foco cinco grandes ações. “Organizar o atendimento de urgência nos pronto-atendimentos, unidades básicas de saúde e as equipes do Programa Saúde da Família; estruturar o atendimento pré-hospitalar móvel; reorganizar as grandes urgências e os pronto-socorros em hospitais; criar a retaguarda hospitalar para os atendidos nas urgências; e estruturar o atendimento pós-hospitalar”, descreve o consórcio.

Vale destacar que em 16 de setembro de 2019, o INTS (Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde) assumiu a gestão do Cresamu (Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), o qual atende a seis municípios: Arujá, Salesópolis, Biritiba Mirim, Guararema, Santa Isabel e Mogi das Cruzes.

A Rede Nacional Samu possui hoje 102 serviços de atendimento móvel às urgências, atendendo, assim, 789 municípios brasileiros, num total de 86 milhões de pessoas. O Samu de Mogi foi inaugurado em 19 de setembro de 2011. Tem um total de 15 viaturas, sendo 12 operantes (as outras três ficam em stand by): dez viaturas de suporte básico e duas viaturas de Suporte Avançado de Vida (UTI). A média é de 3 mil atendimentos mensais.

O Samu de Mogi foi o primeiro qualificado do Brasil e é referência em tecnologia. Possui, inclusive, qualificação do Ministério da Saúde e o Prêmio Mario Covas (gestão).

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*