Cresamu muda rotina devido ao combate contra o coronavírus nas cidades da região

Responsável pelo atendimento em seis municípios do Alto Tietê, consórcio possui viatura exclusiva para os pacientes com suspeita para a doença

Por Will Siqueira / Foto: Bruno Arib

As equipes do Cresamu (Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) estão cada dia melhor equipadas para realizarem atendimentos aos pacientes com suspeitas ou confirmação de coronavírus. Novos equipamentos foram adquiridos desde o surgimento dos primeiros casos da doença no município. Também houve, segundo a coordenação do Cresamu, mudança na rotina administrativa, principalmente no que tange aos cuidados com a higiene dos profissionais.

De acordo com o órgão de saúde, as principais mudanças foram: envelopamento da viatura de transporte à pacientes com Covid-19; capacitação de todos os profissionais técnicos para paramentação e desparamentação; treinamento com a equipe administrativa para higienização correta das mãos; uso de máscaras; acesso restrito às áreas comuns da Base; remanejamento de horário de almoço/jantar, diminuindo o fluxo de pessoas em áreas comuns; e teste realizado em todos os profissionais.

“Ao todo, nosso Consórcio conta com 203 profissionais, entre equipe técnica (técnicos de enfermagem e enfermeiros, médicos, Tarms, Rádio Operadores); e profissionais da área administrativa: Farmacêutica, Auxiliares administrativos, RH, Supervisores de Frota e Atendimento, Coordenação Médica e Enfermagem, Auxiliares de Limpeza, Motorista Administrativo, Técnico de Segurança do Trabalho”, afirmou a assessoria de imprensa do Cresamu.

Também há que se destacar que em cada cidade atendida no Consórcio, há uma USB (Unidade de Suporte Básico) para o atendimento pré-hospitalar, sendo: Salesópolis, uma USB; Arujá, uma USB; Guararema, uma USB; Biritiba Mirim, uma USB.

Em sua estrutura operacional, Mogi das Cruzes possui duas bases descentralizadas, Braz Cubas, com duas viaturas USB, e Oropó, com uma USB. A Base Sede Shangai tem duas USB e duas USA (Unidade de Suporte de Atendimento).

Além disso, há quatro viaturas técnicas: uma USB para remoções de Covid-19, a USB 966; duas rodando em substituição às manutenções preventivas; e uma baixada, aguardando manutenção.

Não houve contratação de profissionais no período de criticidade do Covid pois não houve aumento considerável no número de chamados.

VEJA MAIS

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*