Criada por Deus e bonita por natureza: ‘Capital Nacional da Vela’ faz 215 anos

Primeiro, capela; depois, vila; e, hoje, é uma das áreas mais belas do Estado de SP

Por Will Siqueira / Fotos: Bruno Arib

Ilhabela – que na sua fundação se chamou Vila Bela da Princesa, em homenagem à Princesa da Beira – título dado a Maria Teresa Francisca, irmã mais velha de Dom Pedro I – está fazendo 215 anos e recebeu esse nome em 1 de janeiro de 1945. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município-arquipélago tem uma área de 348,3 km² e sua população atual é de quase 35 mil habitantes.

Distante 207 km de São Paulo, Ilhabela, que também é um ex-território de São Sebastião, ostenta o título de Estância Balneária do Estado de São Paulo. É uma estância balneária desde 27 de setembro de 1948, elevada a tal posto pela quantidade de recursos naturais e turísticos que possui.

É uma ilha continental (ou costeira). Considerada a maior ilha marítima do Brasil, segundo a Alesp (Assembleia do Estado de São Paulo), faz parte de um arquipélago composto por nove ilhas e algumas ilhotas. Ainda de acordo com a Alesp, Ilhabela tem 43 praias, mais de 300 cachoeiras e 14 montanhas.

Nas florestas de Ilhabela há também um animal que é encontrado somente naquela região: o cururuá.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*