Deputado Rodrigo Gambale quer ampliar segurança para quem usa os trens e metrôs de São Paulo

Estações podem ganhar câmeras

Da Redação / Foto: Divulgação

O Governo do Estado está prestes a sancionar lei que promete revolucionar a sensação de segurança nos vagões e estações de trens e metrôs de São Paulo.

De autoria do deputado estadual ferrazense Rodrigo Gambale (PSL), PL (Projeto de Lei) aprovado na quarta-feira (10) trata da prevenção aos casos de violência e risco aos passageiros, além da criação de parcerias com órgãos de Segurança Pública com o propósito de auxiliar na localização de foragidos.

Segundo o projeto, “todas as estações do Metrô e da CPTM deverão ter câmeras de reconhecimento facial instaladas em suas dependências, bem como no interior dos vagões das composições, com o objetivo de preservar a segurança das pessoas, evitando riscos à vida ou a integridade das mesmas por ação de quadrilhas ou criminosos individuais.”

Com a tecnologia, o deputado entende que será possível o combate às quadrilhas que se dedicam a praticar crimes no transporte público.

“Dentro das composições, ocorrem roubos de celulares e ações de punguistas com bastante frequência. A presença de câmeras de reconhecimento facial nesses locais inibe a ação criminosa, pois o praticante saberá que será reconhecido. E, ainda que o crime seja praticado, essas câmeras identificarão os possíveis responsáveis. Finalmente, as câmeras facilitam também a localização de eventuais criminosos foragidos e de pessoas desaparecidas, prestando um serviço de incalculável importância”, defendeu Rodrigo Gambale.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*