Deputados bancam tratamento odontológico de Feliciano com dinheiro público

157 mil reais é o valor que custou o tratamento. Feliciano diz que sua boca é uma “ferramenta” e famosos e anônimos se revoltam

Por Gabriel Dias / Foto: Divulgação

Em abril deste ano o deputado federal e pastor de igreja evangélica Marco Feliciano (Podemos–SP) solicitou à Câmara dos Deputados o reembolso de R$ 157 mil dos cofres públicos referente ao tratamento odontológico que fez para corrigir falhas na mandíbula e nos dentes. Sua justificativa foi essa, de que precisava ajustar este problema já que é um homem público e pastor e sua boca é uma “ferramenta”. As informações foram coletadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Inicialmente o pedido de Feliciano foi rejeitado, no entanto, o parlamentar entrou com recurso e conseguiu, em segunda instância, fazer com que a comissão da Câmara dos Deputados que analisou seu pedido voltasse atrás da decisão.

Feliciano disse que sofria de “bruxismo” (hábito de morder os dentes enquanto dorme). O parlamentar lembrou que qualquer deputado tem direito a este benefício, mas para grande parcela da sociedade, ele se esqueceu que o teto máximo para este tipo de gasto é de R$ 50 mil, e não para valores acima disso, como o caso de seu tratamento.

Nas redes sociais, famosos e anônimos criticaram a ação da Câmara e principalmente a iniciativa do deputado em pedir ressarcimento de R$ 157 mil para um tratamento particular acima do esperado.

O youtuber Felipe Neto digitou no twitter sua indignação em referência ao caso: “Inacreditável. Simplesmente INACREDITÁVEL!!! – 157 mil reais do NOSSO DINHEIRO pra pagar tratamento dentário do Marco Feliciano. É uma vergonha, um vexame, uma cuspida na cara do povo brasileiro. Qualquer um que defenda isso sofre de sério desvio de caráter”.

Em outros tweets, anônimos diziam: “Quantos tratamentos dentários para crianças carentes dá para pagar com o valor da Dentadura do Feliciano? Esse dinheiro é meu é nosso eu não aprovo essa Lambança não!”

“Enquanto isso os pobres arrancam dente porque não tem dinheiro para tratar. Eeee país do kct. O jeito é a revolução. E quando acontecer, arrancar esses dentes dele na martelada”.

O tratamento de Feliciano foi realizado numa clínica em Goiás, com o médico Max Barbosa, auto intitulado como “dentist designer” e o “mestre em implantes”. O tratamento dentário do deputado, segundo a clínica que o atendeu, é o mais atual e de ponta que o mercado pode oferecer.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.