‘Descaso’ com o povo da Nova Poá

Crianças crescem em meio ao lixo, esgoto a céu aberto e falta de infraestrutura; prefeitura se cala

Por Gabriel Dias / Fotos: Bruno Arib

Keila Faustino, de 24 anos, é mais uma pessoa em meio a tantas outras que vivem abandonadas no bairro Nova Poá. Considerada uma das áreas mais carentes do município, quem mora no local se contenta com quase nada. “Aqui falta tudo, não tem água encanada, não tem luz, não tem asfalto, não tem segurança e, principalmente, não tem respeito”, resume Keila.
Quem mora no Nova Poá não sabe explicar quantas famílias habitam no território, no entanto, a certeza é que todas esperam um governo que pense na classe mais ‘pobre’.

O mato alto ao redor do bairro aponta os sinais de abandono. Sem iluminação pública ou água potável, crianças crescem brincando em meio ao esgoto a céu aberto ou no leito do rio que corta o bairro. As calças sujas de terra e molhadas de esgoto fazem parte da rotina.

Para se ter acesso ao bairro a única opção é pisar no esgoto para ter acesso a qualquer canto da comunidade. Já os carros dividem espaço com ruas estreitas de terra.Para os moradores, Gian Lopes (PL) é “um prefeito que governa para os ricos e se esquece dos pobres.” Isaias Gomes é uma dessas pessoas, que além de criticar, espera uma atitude da administração. “Teve um jornalzinho feito pela prefeitura que disse que Poá era um lugar bom, mas o jornal se esqueceu de vir para esse lado antes de publicar isso”, acusa.

Rubia Kelis, de 38 anos, é mais uma mãe que sofre com o descaso político e já desistiu de ver o bairro como um lugar bom de se viver. “Para se beber água potável é só em poços artesianos ou na casa de alguém de fora do bairro.”

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.