‘Devemos proteger os agricultores e tentar não deixar a agricultura morrer em Biritiba’

Esse é o objetivo do candidato confirmado a vereador do município pelo partido PSD, se eleito

Por Will Siqueira / Fotos: Bruno Arib

A agricultura é um dos grandes propulsores da economia no Brasil. Além de abastecer a mesa do brasileiro, o setor agrícola movimenta anualmente bilhões de reais – segundo o Governo Federal, as lavouras geraram ao país um lucro de R$ 411,1 bilhões em 2019.

O Alto Tietê tem uma produção agrícola muito próspera, inclusive fazendo parte do “Cinturão Verde” de São Paulo (formado por Arujá, Biritiba Mirim, Guararema, Mogi das Cruzes, Salesópolis, Santa Isabel, Suzano e outros municípios). Em Biritiba, por exemplo, quem se destaca é o agricultor Evandro Toshiyuki Omura, conhecido no meio rural por Toshi Omura. De família tradicional no ramo, o agricultor de 47 anos é uma referência na região.

Casado, pai de três filhos, Toshi Omura, como se diz na roça, começou cedo na lida. A profissão de agricultor foi herdada dos seus pais. Seu pai plantava legumes e sua mãe, folhosas (alface, couve etc). Em 1994, sua família se estabeleceu no bairro Rio Acima, em Biritiba Mirim.

“O meu forte, hoje, é alface, é o ‘carro-chefe’. Mas planto mais de 20 variedades de verduras entre couve-flor, brócolis-ninja, repolho; por isso que a gente consegue, hoje, ter fidelidade dos clientes”, destacou.

Por conta da competitividade do mercado, Omura investe em suas terras para garantir a qualidade dos produtos, fidelizando clientes da região e, por consequência, gerando empregos em Biritiba.

“Tenho que ter verdura todos os dias. Então, eu tenho de plantar, colher e não deixar faltar. E tentar proteger os agricultores, porque se a produção rural ‘morrer’, Biritiba ‘morre’ junto. Onde você vai arrumar emprego para 3,5 mil pessoas? Onde vai encaixar se a agricultura acabar? Não tem outra atividade na região”, advertiu Omura, que emprega 20 trabalhadores rurais em seu sítio.

No Alto Tietê, segundo Omura, o mais forte é a agricultura convencional, mas a orgânica, segundo ele, está crescendo muito. Também tem destaque na região a fruticultura, floricultura, apicultura e a hidroponia (plantação de verduras na água). “[A hidroponia] É o que tem de mais moderno na nossa região”, comentou.

“Tem mercadoria daqui que vai parar em Manaus (AM). Hoje, tem umas tecnologias de embalagem que você faz a verdura durar de 15 até 20 dias. A região de Biritiba é uma das mais tecnificadas em relação às outras do ‘Cinturão Verde’”, acrescentou Omura.

Péssimas estradas

“As estradas sempre foram ruins, principalmente nos últimos 15 anos; nas três últimas administrações piorou mais ainda por falta de manutenção”, afirmou Omura, que ficou mais conhecido pela população rural de Biritiba justamente por fazer o que os prefeitos não fazem.

“Todo o verão, sou eu que arrumo as estradas do bairro Rio Acima. Esse ano ficou intransitável, não passava nem caminhão, aí fiz uma parceria com a prefeitura, ajudei a comprar o material, fui com o meu maquinário e conseguimos deixar as estradas transitáveis.”

Segundo ele, não precisa ter asfalto, mas tem de ser feita uma manutenção, e preventiva.

“O propósito é sempre fazer manutenção nas áreas rurais de junho a outubro. Aí, você faz manutenção pontual.”

Sugestões

Agricultura não é só estrada.

“A gente vê muito agricultor, hoje, em situações ruins, tendo pouca rentabilidade nos produtos. A gente quer trazer tecnologias. Biritiba nunca teve um engenheiro agrônomo concursado; uma cidade em que a agricultura é a parte econômica mais importante. Por que não fazer um concurso e colocar um engenheiro agrônomo na Prefeitura de Biritiba Mirim?”, lamentou o agricultor, já dando a sugestão para quem for o próximo prefeito do município.

“O secretário de Agricultura é o cara que vai elaborar projetos para trazer investimentos à região”, completou.

Para Omura, a Secretaria Municipal de Agricultura também deve ter um técnico agrícola.

“Biritiba deve ser reconhecida pela agricultura. Mas, para isso, precisa ter um secretário competente, um engenheiro agrônomo que vai atuar nas pequenas lavouras, capacitando os agricultores, dando suporte ao produtor rural, da nossa região. Alguém que possa trazer conhecimento”, analisou Omura.

Toshi Omura decidiu caminhar com o candidato a prefeito Reinaldo Junior

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*