Em Café com o Comandante, PM Wagner faz homenagens e anuncia novos investimentos

Evento contou com a presença de pessoas ligadas a política da região e homenagens a PMs e civis
Por Gabriel Dias / Foto: Bruno Arib

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (18) mais uma edição do Café com o Comandante, no CPA/M-12 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana), em Mogi das Cruzes.

Na presença de pessoas ligadas à política mogiana e também estadual, o roteiro, repleto de homenagens ao setor de segurança pública, saudou policiais militares com certificados pelo bom rendimento na PM, intitulado como “o destaque do mês de junho”, e o casal Cláudia e Marcelo Prado.

Ambos administram um colégio particular, em Ferraz de Vasconcelos, e ofereceram aos dois filhos de um policial militar morto em uma ocorrência na cidade, no dia 24/06, duas bolsas de estudo.

Ao comentar a atitude do casal, o comandante do CPA/M-12, PM Wagner Prado, lembrou emocionado o dia do enterro do policial e disse que muitas vezes o que sobra para família em casos deste tipo “é uma bandeira do Brasil.”

PM DE CARA NOVA – Depois de anos sofrendo com sucateamento, o Estado finalmente resolveu investir na Polícia Militar e no CPA/M-12 e enviou cerca de 40 mil pistolas, 1,3 mil fuzis, 4 mil armas de choque, além de novas viaturas.

Com relação às novas viaturas da Polícia Militar, foram enviados pelo Estado mais de 10 veículos para patrulhamento na região. Quando questionado sobre a nova pintura que modela os carros, o comandante explica que este novo desenho tem em vista a economia.

“Com o dinheiro que gastávamos pintando as viaturas como era feito antes, conseguíamos comprar uma nova. Então, para economizar com a pintura, foi feito algo mais barato, que em pouco tempo vai cair no gosto da sociedade”, explica.

BATALHÕES – Quando questionado sobre especulações que os Batalhões de Santa Isabel e Arujá poderiam pertencer a Mogi das Cruzes, o comandante Wagner revela que existe um documento em tramitação, mas que o CPA/M-12 ainda não recebeu esta peça, que circula por instâncias maiores a cerca de seis meses.

“Para nós seria muito bom, mas é um remanejamento que precisa ser visto em comum acordo com outros órgãos ligados à segurança pública, como por exemplo a Polícia Civil. É preciso ter cautela com estas decisões, porém, esta manobra vai desafogar a região de Guarulhos e ajudar os batalhões de Arujá e Santa Isabel na logística”, fala o comandante.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.