Escola desativada do Castellano vira ‘depósito de conhecimento’

No local há livros didáticos e outros materiais em bom estado, mas sem uso; governo municipal se cala

Por Giovanna Figueiredo / Fotos: Divulgação

Livros novos, carteiras e cadeiras em ótimo estado, diversos cabos de vassouras, um prédio com salas e uma área externa grande. Esse poderia ser um espaço de aprendizagem para diversas crianças de Biritiba Mirim. Mas na verdade, o cenário encontrado é de abandono e descaso.

Munícipes enviaram uma série de imagens do interior da unidade escolar desativada no Jardim Castellano. O prédio em que iria funcionar uma escola foi embargado, pois não cumpre a lei ambiental, está construído próximo a um córrego, inviabilizando a sua utilização.

No entanto, o local se transformou em um depósito da prefeitura. Em seu interior há uma série de materiais em bom estado que poderiam ser utilizados nas escolas e outras repartições públicas, mas estão parados se deteriorando.

Chama a atenção o número de livros didáticos aparentemente em bom estado amontoados em um canto. Encostado em uma parede, em um prédio sem uso, um livro comprado com dinheiro público para auxiliar na aprendizagem de crianças da cidade não desempenha sua função.

A GAZETA esteve no local e na parte de fora constatou um grande acúmulo de lixo, e no meio dos materiais havia até itens de lixo hospitalar, como tubos de oxigênio e tampas de cilindros.

NA MESMA – Em janeiro de 2017 a escola desativada foi alvo de um incêndio. Na ocasião, de acordo com a prefeitura havia grande quantidade de papel toalha e outros materiais infamáveis. Passados mais de dois anos do incidente os materiais queimados e a sujeira permanecem no local, e o pedaço do telhado quebrado também continua da mesma maneira.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*