Escritor biritibano é inspiração para alunos da rede municipal

Projeto ‘Educação Patrimonial’ visa resgatar a cultura local de Biritiba Mirim

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Lailson Nascimento

Um causo, uma gíria, uma forma de afinar um violão, uma receita de bolo de fubá da vozinha. Uma construção antiga, uma rua, uma feira, uma festa, um quadro, uma história de pescador. Um museu, uma música, uma escultura, um livro, uma poesia. Tudo isso e muitas outras coisas, um inventário que não para de crescer e que faz parte do patrimônio cultural brasileiro.

“Educação Patrimonial”: Esse é o nome dado a processos educativos que têm como foco o patrimônio cultural, com o objetivo de incentivar a leitura do mundo que nos cerca, de nossas relações com o ambiente, por meio do conhecimento da cultura.

Conceitos à parte, vamos falar sobre a prática. Em Biritiba Mirim um projeto produzido pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura levou os alunos da rede municipal da cidade a conhecerem o escritor José Geraldo da Silva, morador do município, e estudarem uma de suas obras.

O livro escolhido pela equipe de educação foi o “Relíquias do Amor”, um livro de poesias. Os alunos puderam ler os textos e a partir disso foram selecionados pelos alunos e professores alguns poemas para “ganhar vida”. As crianças produziram instalações, desenhos, maquetes e muitas outras coisas, partindo dos poemas selecionados.

“Nós trabalhamos com eles as poesias durante o ano, e eles produziram esses materiais, que ficaram expostos entre os dias 30 de setembro e 4 de outubro, no Barracão Cultural. Todas as escolas municipais, EMEIs e EMEFs, vieram até aqui para ver a exposição”, explicou a professora de Artes da rede municipal e coordenadora do projeto, Alessandra Regina Ibelli.

RESGATE – A secretária de Educação, Miriam Chida, conta que a ‘Educação Patrimonial’ faz parte do currículo escolar da cidade e que esse projeto foi apenas o ponta pé inicial para trabalhar o assunto.

“É importante destacar que o José Geraldo é um artista da cidade, isso mostra para as crianças que existem referências próximas delas e que elas também podem, se quiserem, ser artistas e escritores. Nosso objetivo é resgatar as coisas boas da cidade, mostrar que temos boas referências, não precisamos buscar fora daqui”, finaliza.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.