Estratégia inédita no Litoral Norte, Ilhabela inicia monitoramento por oxímetria domiciliar

Equipamento pode acelerar o diagnóstico de Covid-19

Da Redação / Foto: Divulgação

A Prefeitura de Ilhabela iniciou, hoje (19), por meio da Secretaria da Saúde, mais uma estratégia no combate ao Covid-19: o monitoramento domiciliar de oxímetria em pacientes com casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus com maior risco de complicações decorrentes da doença.

O “Oxímetro de dedo” é um pequeno aparelho portátil, que serve para verificar a taxa de saturação sanguínea de oxigênio de forma rápida, confiável e indolor.

“O resultado da medição é exibido no monitor do equipamento e serve para detecção precoce de queda de saturação de oxigênio, que pode levar à insuficiência respiratória, um dos sintomas mais graves do coronavírus, indicando a possível necessidade de internação hospitalar”, afirmou Suelen Monteiro de Almeida, enfermeira do Hospital Municipal Governador Mário Covas Junior.

A equipe atuará nas visitas domiciliares também com o apoio do Alô Saúde, que atualmente faz o monitoramento telefônico, além de prestar informações gerais sobre a doença, seu tratamento e as formas de prevenção.

COVID-19 EM ILHABELA – Até ontem (18), Ilhabela totalizava 4165 casos confirmados da doença e 28 casos suspeitos aguardando resultados de exames. Dos casos confirmados, quatro pacientes estão internados em UTI, oito internados em enfermaria e 284 em acompanhamento domiciliar.

Do início da pandemia, em março/2020, até agora, foram confirmados 19 óbitos em razão da doença. Dos casos suspeitos, que aguardam confirmação, um está internado em UTI e um em enfermaria. Existe também um óbito aguardando confirmação.

Para mais informações sobre os serviços de saúde e as ações de combate à Covid-19 o cidadão pode ligar no Alô Saúde, por meio do número 0800 077 1515 (ligação gratuita) ou se comunicar por aplicativos de mensagens nos números 12 99637 7244 e 12 99656 7665.

O Alô Saúde Covid-19 funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h, e conta com uma equipe de oito profissionais de saúde composta por médicos, enfermeiros e dentistas.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*