Fabiano do PT quer serviço gratuito de transporte para o povo de Itaquá

Pré-candidato a prefeito entende que a mobilidade urbana pode melhorar a economia do município; projeto também quer garantir justiça social

Por Lailson Nascimento / Foto: Divulgação

O Diretório Municipal do PT de Itaquaquecetuba promete iniciar, nos próximos dias, um debate público para a construção de um programa de governo participativo em toda a cidade. O objetivo é levar para as eleições municipais um projeto de governo popular, como explica o pré-candidato a prefeito Fabiano Soares, o Fabiano do PT.

“Nós já estamos em uma pré-campanha propositiva, apresentando para a cidade o que a gente pensa e, ao mesmo tempo, ouvindo das pessoas o que elas realmente precisam. Não adianta a gente sentar no fundo de um quintal com meia dúzia de técnicos e botar tudo em um papel. Nós queremos ouvir o que a dona Maria pensa. Queremos saber o que o senhor João está pensando, para que aí a gente faça uma gestão de fato eficiente, participativa, inclusiva”, explicou o pré-candidato à reportagem da GAZETA.

Dentre as ideias de governo participativo, destaque para a implantação de tarifa zero no transporte público do município.

“O trabalhador de Itaquá não vai mais pagar ônibus. Além das questões de mobilidade urbana, é uma questão também de justiça social e de fortalecimento da economia. Eu tenho 28 anos e garanto que boa parte dos meus amigos de escola enfrentaram a mesma situação: deixamos de estudar e de fazer cursos porque a gente não conseguia chegar no local devido ao custo com transporte público. Têm pessoas que faltam nas consultas médicas porque não têm dinheiro para pegar o o ônibus. A quantidade de pessoas que transitam a pé pela cidade para buscar emprego também é muito grande.”

No entendimento do pré-candidato a prefeito, o sistema de transporte público gratuito é viável, do ponto de vista econômico.

“Vargem Grande Paulista, por exemplo, tem transporte gratuito e, assim que implementou, a economia da cidade subiu 30% logo no começo do projeto. Isso vai dar um salto de qualidade na vida do cidadão e na economia da cidade”, concluiu.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*