Falta de médicos na Santa Casa de Salesópolis ‘aborrece’ pacientes

Usuários da unidade não aguentam mais a demora nos atendimentos

Da Redação / Foto: Bruno Arib

Inúmeros pacientes que dependem dos atendimentos médicos da Santa Casa de Salesópolis reclamam da demora, falta de agilidade e da falta de médicos na unidade de saúde. De acordo com entrevistados, a empresa que fornece parte dos médicos que atuam na unidade, a Vida Care, não dá conta do “recado”.

O que chama atenção é que o dono da Vida Care, o médico Humberto Harada, além de ser proprietário da empresa também desempenharia a função de empregado da unidade. Isto é, além de ser dono da empresa, realiza atendimentos de pacientes na Santa Casa de Misericórdia.

Um documento da Câmara Municipal de 2014 reforça a tese. “Embora não lembre o nome da empresa, sabe que seu representante legal é o Dr. Humberto Harada, e que a empresa foi contratada para manter os médicos do Pronto Socorro e Diretoria Clínica da Santa Casa, cujo valor pago, mensalmente, gira em torno de cento e quarenta e dois mil reais, incluindo encargos financeiros”, informa o documento.

Na última semana a reportagem da GAZETA visitou a unidade de saúde e conversou com os pacientes a respeito do atendimento médico oferecido no local. O corredor da unidade de saúde estava lotado. Jandira da Cruz Almeida aguardava atendimento e foi uma das poucas pacientes que disse não ter o que reclamar.

Já Raira Jamile tem filhos pequenos e sempre que precisa levá-los ao médico enfrenta problemas.

João Batista Santos também aguardava o atendimento médico. Ele estava com um ferimento na perna e relatou que era a primeira vez na unidade.

“Está difícil, machuquei minha perna e estou aguardando o atendimento faz tempo já”, reclamou.

NOVA EMPRESA – Em novembro o prefeito Vanderlon Gomes (PL) assinou um contrato com a empresa Instituto Ação Brasil, que fornece cinco médicos de especialidades diferentes, sendo pediatria, cardiologia, ginecologia, psiquiatria e endocrinologia.

A Santa Casa também não informou se com a chegada do Instituto Ação Brasil a empresa Vida Care sairia da lista de pagamentos da unidade.

O QUE DIZ A SANTA CASA – No início desta semana a administração da Santa Casa foi questionada, no entanto, ninguém respondeu. O único retorno que os funcionários deram à GAZETA foi de que a solicitação feita sobre o contrato entre Santa Casa e Vida Care deveria ser feita via ofício para que o jurídico avaliasse a possibilidade.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*